28/10/20
PUBLICIDADE
Acordo internacional

Governo libera R$ 2,5 bi para Brasil entrar na aliança internacional por vacinas contra Covid

Ansa
Ansa


O governo federal vai liberar R$ 2,5 bilhões para que o Brasil ingresse na Covax Facility, aliança internacional por vacinas contra a Covid-19.


O presidente Jair Bolsonaro editou duas medidas provisórias, que devem ser publicadas ainda na noite desta quinta-feira (24) no Diário Oficial da União. A primeira trata do ingresso na aliança, enquanto a segunda libera os recursos.

"Com isso, espera-se que, por meio deste instrumento, o Brasil possa comprar o equivalente para garantir a imunização de 10% da população até o final de 2021, o que permite atender populações consideradas prioritárias", afirma nota da Secretaria-Geral da Presidência da República.

A Secretaria-Geral esclarece que a adesão à aliança permitirá o acesso ao portfólio de nove vacinas em desenvolvimento contra a Covid-19, além de outras ainda em fase de análise.

O governo argumenta que, dessa forma, aumentam as chances de acesso da população à vacina em um tempo reduzido.

"Com a diversificação de possíveis fornecedores, aumentam as chances de acesso da população brasileira à vacina no menor tempo possível. Caberá à Covax Facility negociar com os fabricantes o acesso às doses das vacinas em volumes especificados, os cronogramas de entrega e os preços", afirma o texto.

A Covax Facility é um consórcio internacional que tem o intuito de promover acordos multilaterais para acelerar a compra e distribuição de uma vacina. O consórcio é coordenado pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Na semana passada, o diretor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, informou que mais de 170 países haviam aderido à iniciativa.

A adesão à Covax Facility não impede que o governo continue negociando bilateralmente com governos e laboratórios ou iniciativas não englobadas na aliança. Atualmente, o governo federal mantém um acordo, firmado entre a Fiocruz e a AstraZeneca, para a aquisição da vacina em desenvolvimento pela Universidade de Oxford.
Renato Machado - Folhapress
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Boletim diário

Londrina atinge 310 óbitos em decorrência do novo coronavírus

28 OUT 2020 às 18h20
Boletim da sesa

Paraná confirma 1.349 novos casos e 18 óbitos pela Covid-19

28 OUT 2020 às 16h47
Nenhum óbito

Maringá registra mais 42 casos da Covid-19 nesta quarta-feira

28 OUT 2020 às 16h00
Variação genética

DNA das populações da África é mapeado com riqueza inédita em novo estudo

28 OUT 2020 às 15h07
Concessão das UBSs

Governo Federal tenta conter crise gerada por decreto que prevê privatização do SUS

28 OUT 2020 às 14h38
PUBLIEDITORIAL

Yoga e câimbras musculares: a causa e o tratamento

28 OUT 2020 às 12h45
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados