Pesquisar

Canais

Serviços

- José Fernando Ogura/AEN
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Paraná atinge 99% da população adulta vacinada contra o novo coronavírus

Redação Bonde com AEN
09 out 2021 às 13:56
Continua depois da publicidade

O Paraná atingiu neste sábado (9) a marca de 99,1% da população acima de 18 anos vacinada contra a o novo coronavírus – são 8.322.493 pessoas que receberam a primeira dose ou dose única. Deste público, 66,27% já estão com o esquema vacinal completo. Somente nas últimas 24 horas foram aplicadas 94.195 doses.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Ao todo, foram 14.222.723 doses aplicadas e registradas na base do PNI (Programa Nacional de Imunizações). Para o secretário de saúde, Beto Preto, a reta final da vacinação contra o coronavírus é o resultado de um trabalho conjunto entre os governos federal, estadual e os municípios, além de todos os envolvidos no processo de imunização.

Continua depois da publicidade


“Estamos quase lá. Cada aumento da cobertura vacinal é motivo de comemoração. Uma pequena minoria de menos de 2% que ainda não se vacinou, deve procurar uma unidade de saúde. O avanço da imunização contra a doença reflete diretamente nos índices de infecção e internamento, que estão cada vez mais baixos”, enfatizou.


No levantamento sobre os imunizantes que chegaram ao Paraná por meio do PNI, e que garantiram 99% de cobertura vacinal, mais de 17 milhões de doses foram entregues no Estado e distribuídas aos 399 municípios.

Continua depois da publicidade


A população vem sendo contemplada com vacinas da CoronaVac/Instituto Butantan, AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Janssen/Johnson&Johnson, esta última que utiliza apenas uma dose de aplicação para imunização contra o vírus.


Brasil


Nesta sexta-feira (8), o Ministério da Saúde apresentou o planejamento da campanha de vacinação contra a Covid-19 para o próximo ano.


Com tratativas para aquisição de novas doses, o governo federal anunciou mais de 354 milhões de imunizantes em 2022: 120 milhões da AstraZeneca e 100 milhões da Pfizer.


Outras 134 milhões de doses serão de saldo de contratos de 2021. Esse lote seria utilizado para reforçar a imunização dos brasileiros com o esquema vacinal completo neste ano e proteger crianças com menos de 12 anos, caso a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorize a aplicação de algum imunizante neste grupo.


Além disso, existe a possibilidade de compra de 50 milhões de doses adicionais da vacina norte-americana Pfizer, caso seja necessário, e 60 milhões de doses da AstraZeneca.

Continue lendo