05/06/20
22º/12ºLONDRINA
Dia Mundial do Câncer

Paraná tem 28 centros para atendimento ao paciente com câncer

Nesta terça-feira (4), no Dia Mundial do Câncer, a Secretaria de Estado da Saúde alerta sobre a responsabilidade do Estado e de cada um na prevenção do câncer, que é considerado um problema de saúde pública, com tendência de crescimento nos próximos anos.

AEN-PR
AEN-PR


O Paraná conta com uma rede formada por 28 estabelecimentos habilitados e em operação como Unacons (Unidades de Assistência de Alta Complexidade) e Cacons (Centros de Assistência de Alta Complexidade), que atuam oferecendo atendimento especializado e integral ao paciente com câncer. Todas essas unidades ofertam atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

A rede de saúde disponibiliza o atendimento inicial em todas as Unidades Básicas de Saúde do Estado, onde são feitas consultas e solicitação de exames para investigação diagnóstica do câncer. "Realizamos desde exames citopatológicos, de imagem e biópsias, providenciando os encaminhamentos necessários para os centros de referência”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

"A meta do Governo do Estado é que o cuidado à saúde aconteça de forma regionalizada e em estabelecimentos habilitados e qualificados. No caso do câncer, os serviços abrangem diagnóstico, estadiamento e tratamento”, enfatiza o secretário.

Ampliação - Neste momento, o Governo do Paraná, por meio da Secretaria da Saúde, investe em obras que ampliarão o atendimento especializado, como a construção da ala infantil do Hospital Erasto Gaertner, o Erastinho, em Curitiba, e do Hospital do Câncer de Guarapuava; e na ampliação de serviços de radioterapia da Policlínica de Pato Branco e do Hospital da Providência, em Apucarana.

Data – O Dia Mundial do Câncer foi criado pela União Internacional para o Controle do Câncer e Organização Mundial da Saúde e completa neste ano duas décadas. O objetivo é aumentar a conscientização e prevenção sobre a doença, envolvendo a sociedade e o governo em ações para evitar um número ainda maior de mortes pelos vários tipos de câncer.

Câncer é o nome geral dado a um conjunto de mais de 100 doenças, que têm em comum o crescimento desordenado de células que tendem a invadir tecidos e órgãos vizinhos. Pode acometer qualquer parte do corpo. Atualmente, 7,6 milhões de pessoas no planeta morrem em decorrência da doença a cada ano, dessas, 4 milhões têm entre 30 e 69 anos.

Paraná - No Paraná, nesta mesma faixa etária, onde considera-se morte prematura, a mortalidade por câncer nas mulheres é maior pelo câncer de mama, enquanto nos homens é o de brônquios e pulmões.

No ano de 2019, foram 27.654 casos diagnosticados pelo SUS no Paraná, sendo o câncer de mama o mais incidente. Em 2018, foram diagnosticados 24.025 casos. Os dados são do Painel Oncológico do Instituto Nacional do Câncer.

Campanha – O Inca (Instituto Nacional do Câncer) promove, pelo segundo ano consecutivo, a campanha "Eu Sou e Eu Vou”, que é um apelo ao compromisso pessoal: representa o poder que uma ação individual tomada no momento presente tem de influenciar o futuro. A premissa é que qualquer pessoa tem o poder de reduzir o impacto potencial do câncer na própria vida, na vida das pessoas que se ama e no mundo.

"Todos devem estar atentos às transformações do corpo e buscar ajuda de profissionais assim que diferentes sinais se apresentarem”, afirma a coordenadora de Promoção à Saúde da Secretaria da Saúde, Elaine Oliveira.

Prevenção - O Paraná participa da campanha nacional, divulgando as medidas preventivas junto à população; as principais são: praticar atividade física, alimentar-se de forma saudável, manter o peso corporal adequado, evitar o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, evitar o uso do tabaco e seus derivados e fazer uso de protetor solar.

"Lembramos ainda que um mesmo fator pode ser de risco para várias doenças como o tabagismo e a obesidade, por exemplo, são fatores de risco para diversos cânceres, além de doenças cardiovasculares e respiratórias”, destaca a chefe da Divisão de Atenção às Neoplasias, da Secretaria Estadual de Saúde, Rejane Cristina Teixeira Tabuti. Os fatores de risco podem ser encontrados no ambiente físico, herdados ou resultado de hábitos ou costumes próprios de um determinado ambiente social e cultural.
AEN-PR
Continue lendo
Dados da Sesa
Paraná tem 6.437 casos e 227 mortes pelo novo coronavírus
05/06/2020 17:22
Com fogo não se brinca
Centro de Tratamento de Queimados do HU/UEL faz mês de luta contra as queimaduras
05/06/2020 11:21
Testes no Brasil
Multinacional inicia produção de vacina de Oxford que será testada no Brasil
05/06/2020 11:15
Entenda
Estados menos populosos têm maior avanço recente da Covid-19
05/06/2020 10:25
6ª semana
Boletim: Paraná segue sem novos casos de sarampo
05/06/2020 09:49
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados