22/10/20
Saiba mais

Saúde divulga orientações sobre sintomas do coronavírus

Emerson Dias/N.com/Arquivo
Emerson Dias/N.com/Arquivo


Diante do aumento do número de casos confirmados e óbitos causados por Covid-19 em Londrina, a Secretaria Municipal de Saúde tem orientado a população sobre os procedimentos referentes à prevenção e tratamento da doença.


Entre os sintomas considerados leves de Covid-19 estão mal-estar, tosse, alterações no olfato e paladar, sensação de cansaço, dor de cabeça, dor de garganta e febre. Já os sintomas mais graves incluem falta de ar aos esforços e dificuldades respiratórias.

Quem apresentar os sintomas leves da doença deve procurar uma das seis UBS (unidades básicas de saúde) que atualmente atendem de forma exclusiva os casos suspeitos de Covid-19 e pacientes acometidos por síndromes respiratórias. Os pontos disponíveis são as UBSs Jardim Guanabara (centro), Bandeirantes (oeste), Ouro Branco (sul), Chefe Newton e Maria Cecília (norte), e Vila Ricardo (leste). Os atendimentos ocorrem das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira.

Caso os sintomas sejam graves, incluindo falta de ar e dificuldades respiratórias, a recomendação é que o paciente se dirija à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Sabará, na região oeste, que atende exclusivamente demandas relacionadas ao coronavírus. A partir da consulta médica, o paciente com suspeita de Covid-19 será encaminhado para a realização do exame PCR, que detecta a presença do vírus no organismo.

O médico infectologista Fábio Crespo, do Ambulatório de HIV/Aids e Tuberculose da Secretaria Municipal de Saúde, explicou que, na maioria dos casos, o período de incubação da doença é de três a seis dias. Porém, os primeiros sintomas podem se manifestar até 14 dias após o contato com o vírus. "Entre o terceiro e o quinto dia após o aparecimento dos sintomas iniciais, é comum acontecer uma piora do quadro clínico para os pacientes dos grupos de risco para a Covid-19, que incluem pessoas com doenças crônicas pulmonares, cardíacas e renais, idosos, pessoas obesas, pacientes diabéticos sem controle adequado, pacientes com câncer e portadores de HIV com imunidade baixa. Esses pacientes podem apresentar falta de ar e aumento do cansaço físico. O quadro pode piorar ainda mais entre o quinto e o sétimo dia, quando a falta de ar fica mais acentuada. Por isso, é importante que o paciente procure ajuda rapidamente quando apresentar os sinais da doença. Além disso, o acompanhamento médico é fundamental, pois assim será possível definir se o paciente necessita de internação”, ressalta.

Os pacientes que forem diagnosticados com o quadro leve da doença devem permanecer afastados do trabalho por 10 dias. Já as pessoas que convivem com estes pacientes devem procurar atendimento se apresentarem sintomas e, se não os manifestarem, devem afastar-se do trabalho por 14 dias, pois podem estar acometidos de uma infecção assintomática de Covid-19 e acabar contagiando outros indivíduos. "É importante que as pessoas que estejam com Covid-19 e quem convive com elas evitem sair de suas residências. A recomendação é para que elas peçam a algum amigo ou vizinho para trazer suas compras, façam suas refeições separadamente, utilizem seus próprios talheres e artigos de higiene pessoal, sem compartilhar com os outros; e usem máscaras continuamente, mesmo dentro de casa”, alerta.

O médico explicou, ainda, que Londrina passa por um momento crítico no combate à doença e que, por isso, a prevenção e a conscientização dos cidadãos são fundamentais. "Quem puder ficar em casa, deve fazer isso o máximo possível. A transmissão da doença é realizada pela via respiratória, então é necessário manter distância das outras pessoas para evitar o contágio. Se alguém for sair de casa para praticar exercícios, deve fazer isso de preferência sozinho e em locais onde não haja aglomerações. O uso de máscara é essencial, e também deve-se lavar as mãos constantemente com água e sabão ou álcool gel”, orienta.

Disque Coronavírus

Quem estiver com sintomas de Covid-19 ou tiver qualquer dúvida sobre a doença, sua prevenção ou tratamento, pode entrar em contato com o Disque Coronavírus através do telefone 0800-400-1234. Entre outras informações, os atendentes podem esclarecer a uma pessoa com sintomas de Covid-19 se ela deve comparecer à UPA Sabará ou a alguma das UBSs específicas para casos de coronavírus. Oferecido pela Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a UEL (Universidade Estadual de Londrina), o Disque Coronavírus é um serviço gratuito e atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.
Redação Bonde com N.Com
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Boletim da pandemia

Londrina contabiliza uma morte e 90 novos casos de covid

21 OUT 2020 às 18h06
Síndrome pós-covid

HU abre ambulatório para tratar pacientes com sequelas do coronavírus

21 OUT 2020 às 17h41
Boletim

Paraná ultrapassa 200 mil infectados pela Covid-19

21 OUT 2020 às 17h16
Boletim de Maringá

Professor da UEM de 37 anos morre em decorrência da Covid-19

21 OUT 2020 às 16h06
Ministério da Saúde

Brasil anuncia compra de 46 milhões de doses da CoronaVac

21 OUT 2020 às 10h47
IBGE

Obesidade mais do que dobra na população mais jovem

21 OUT 2020 às 10h31
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados