12/11/19
33º/20ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Clínica geral e pediatria

Unimed Londrina inaugura Pronto Atendimento 24 horas; atendimento começa na segunda-feira

A Unimed Londrina lançou seu Pronto Atendimento (PA) na última quarta-feira (15). O serviço vai funcionar na antiga sede administrativa, localizada na rua Souza Naves, 1.333, esquina com a rua Borba Gato. O atendimento começa a partir da próxima segunda-feira (20).

Cerca de cem profissionais da área da saúde, além de 50 médicos, foram contratados para trabalhar no PA, que foi reestruturado para receber com segurança e conforto os pacientes que precisarem de atendimento médico. O investimento da Cooperativa no empreendimento foi de R$ 5 milhões.


O PA vai funcionar 24 horas e terá capacidade para atender 13 mil pessoas por mês. A estrutura conta com dez consultórios direcionados para clínica geral e pediatria, além de 24 leitos para internação e observação de pacientes. O serviço ainda possui aparelhos de radiografia e ultrassonografia para realização de exames rápidos. Exames laboratoriais também poderão ser feitos no local.

Além da estrutura de ponta, a equipe que vai trabalhar no PA passou por diversos treinamentos e tem como objetivo prestar um atendimento humanizado e de qualidade.

Ao chegar ao local o paciente será classificado de acordo com as diretrizes do Protocolo de Manchester, um sistema inglês que prioriza o atendimento das pessoas em situação mais grave.

Divulgação
Divulgação


O atendimento no PA é direcionado para pessoas que precisam de assistência médica mas não se encontram em situação de emergência. Situações como febre alta, vômito, diarreia, cálculos renais e dores em geral podem ser atendidas no PA.

Pacientes enfartados, com fraturas expostas ou situações que envolvam risco de morte devem ir diretamente aos prontos-socorros dos hospitais credenciados, a estrutura do PA não conta com centro cirúrgico ou UTI para prestar o serviço adequado nestes casos.

A expectativa da direção da Unimed Londrina é que o Pronto Atendimento consiga suprir parte da demanda da cidade e desafogar os prontos-socorros que muitas vezes ficam sobrecarregados com pacientes que não precisam de estrutura de hospital terciário e poderiam ser atendidos em um pronto atendimento.

"Estamos inseridos dentro de um sistema. Vamos trabalhar conectados com outros prestadores", afirma o diretor de Promoção em Saúde
da Unimed Londrina, Omar Taha.

O objetivo do PA é possibilitar o rápido atendimento de pacientes em situações menos graves e ao mesmo tempo desafogar os prontos-socorros dos hospitais, possibilitando que eles atendam as pessoas em situação de emergência com mais agilidade.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal