Pesquisar

Canais

Serviços

- Divulgação
Saiba onde visitar

Voluntários fazem 32 mil tsurus para alertar sobre câncer infanto-juvenil em Londrina

Redação Bonde
31 ago 2021 às 17:30
Continua depois da publicidade
Trinta e dois mil tsurus (grous) dourados, ave sagrada do Japão e símbolo de saúde, felicidade, longevidade de fortuna, foram confeccionados por voluntários e formam uma intervenção decorativa no átrio de um shopping da zona leste de Londrina. A ação marca o mês da chegada da primavera e também a campanha Setembro Dourado, de conscientização para o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil.

Cerca de 1,3 mil voluntários, motivados por 19 entidades da cidade, usaram a técnica do origami – arte secular de dobrar o papel – para criar os tusrus dourados. Diz a lenda japonesa que se uma pessoa fizer mil tsurus com o pensamento voltado a um desejo, ele poderá se realizar.

Continua depois da publicidade

“A nossa ideia inicial era motivar a dobra de 20 mil tsurus dourados e, para cada um deles, o shopping aportá R$ 1, totalizando R$ 20 mil a serem doados à ONG Viver, instituição diretamente ligada ao tratamento do câncer infanto-juvenil na cidade. Com a empolgação gerada entre todos os voluntários, foram dobrados 32 mil tsurus, que deixaram o cenário ainda mais convidativo para contribuir com a visibilidade da causa do Setembro Dourado”, destacou Tania Hara, superintendente do Boulevard Shopping.

Continua depois da publicidade

O valor doado pela ação será aplicado no projeto “Viver Solar” da ONG, que busca recursos financeiros para a instalação de um gerador de energia solar fotovoltaica na entidade. A economia gerada com menor uso de energia elétrica será revertida na implantação do projeto “Geração de Renda” que visa capacitar os adolescentes e as mães dos assistidos para inserção no mercado de trabalho e na captação de mais fontes de renda.


A ONG Viver atende 220 crianças e adolescentes e seus familiares com serviços de alimentação, hospedagem, atendimento nutricional, psicológico e odontológico, atividades de recreação, entre outros.

Continua depois da publicidade

A coordenação de toda a produção dos tsurus foi do Grupo Sansey, criado em 1988 para preservar, valorizar e divulgar a cultura japonesa. “Fizemos o convite às entidades e a alegria em apoiar a causa foi contagiante. A organização foi muito rápida e envolveu membros, famílias, alunos, professores e amigos. Algumas instituições e entidades estão com atividades reduzidas e tivemos vários cancelamentos de eventos e encontros presenciais que são tradicionais da comunidade japonesa. Por isso, participar de um projeto que visa a união em torno de uma grande ação social impulsionou o senso de coletividade, apoio e iniciativa da comunidade, aliado ao fato de que realmente poderíamos contribuir, nos unir e fazer a diferença para essas crianças e adolescentes que precisam da nossa ajuda”, afirmou Juliana Nakahara, coordenadora do grupo.


O resultado de todo o trabalho poderá ser conferido de 1 a 30 de setembro, no átrio do piso superior do shopping durante o horário de funcionamento. A inauguração oficial será nesta quarta-feira (31), às 19h, com a apresentação de coreografias de taiko (tambor japonês). 


(Com informações do Shopping Boulevard)


Continue lendo