Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Hormônios

Como tratar calvície feminina?

Sua Saúde - Folha de Londrina
25 jul 2013 às 16:14
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A calvície feminina está relacionada a fatores genéticos e hormonais e costuma ocorrer depois da menopausa. Quando uma mulher jovem apresenta sinais de calvície, é necessária uma avaliação médica cuidadosa, para descartar a existência de outras doenças que possam alterar as taxas hormonais.

Ao contrário dos homens, na calvície feminina não se observam as famosas ''entradas'', pois a linha anterior dos cabelos fica preservada. A rarefação dos cabelos ocorre principalmente na parte superior do couro cabeludo, onde se observa diminuição tanto do número quanto na espessura dos fios de cabelos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Quando a calvície feminina é decorrente de alterações hormonais, o tratamento deve ser direcionado para a causa básica do problema.

Leia mais:

Imagem de destaque
Confira!

Febre, calafrios e dores são principais efeitos colaterais da vacina da AstraZeneca

Imagem de destaque
Previna-se!

Esclareça suas dúvidas sobre Terçol

Imagem de destaque
Dia Mundial da Osteoporose

Conheça os mitos e verdades sobre a osteoporose

Imagem de destaque
Saiba mais

Quais os desafios de fazer uma vacina chegar à população?


Nos casos de mulheres menopausadas, em que não está indicada a reposição hormonal, podem ser utilizados medicamentos de uso externo como o minoxidil e o alfaestradiol, aplicados diariamente no couro cabeludo.


Estes medicamentos somente devem ser utilizados sob a orientação de um médico de confiança e deverão ser mantidos por tempo indefinido, uma vez que a suspensão do uso interrompe seu efeito e a calvície volta a se manifestar.

Airton dos Santos Gon, dermatologista


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade