Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Descubra

É necessário usar óculos de sol no inverno?

Sua Saúde - Folha de Londrina
10 jul 2013 às 16:26
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A radiação solar ultravioleta (UV) é menos intensa no inverno, porém, no Brasil, essa diminuição não é tão evidente. Mesmo na estação mais fria do ano, a radiação solar continuará incidindo sobre a Terra, e do mesmo modo que a radiação UV pode causar danos à pele, também pode ocasionar ou intensificar problemas nos olhos.

De modo geral, a exposição excessiva a qualquer tipo de radiação pode ocasionar prejuízos à saúde dos olhos. Quanto menor o comprimento de onda da radiação, maior o dano causado. Por isso, as radiações UV são mais nocivas do que a luz (nos comprimentos de onda visível). Um outro fator que diferencia os danos causados pela radiação UV é que sua percepção não é imediata, não provoca nenhuma reação que desperte os sentidos, reforçando o mito de que ''se você não sente os raios quentes do sol, então você não irá se queimar''.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Assim como a pele, os olhos podem ser mais ou menos sensíveis às radiações. De acordo com a cor, idade e condições de saúde, essa sensibilidade tende a ser maior ou menor. O cristalino desempenha um papel importante na proteção às radiações UV. As cirurgias que eliminam o cristalino, como a cirurgia de catarata, modificam bruscamente essa condição de proteção e a implantação de lentes protetoras é necessária nestes casos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Confira!

Febre, calafrios e dores são principais efeitos colaterais da vacina da AstraZeneca

Imagem de destaque
Previna-se!

Esclareça suas dúvidas sobre Terçol

Imagem de destaque
Dia Mundial da Osteoporose

Conheça os mitos e verdades sobre a osteoporose

Imagem de destaque
Saiba mais

Quais os desafios de fazer uma vacina chegar à população?


Bebês e crianças correm maiores riscos de sofrer danos oculares devido à maior transparência do cristalino. Nos adultos, esse risco é minimizado, pois o cristalino tende, naturalmente, a se tornar mais opaco com a idade.

Publicidade


As lentes adequadas de óculos de sol devem estar livres de imperfeições, eliminar mais de 99% da radiação UV e entre 75% e 90% da radiação visível, evitando o incômodo ocular e reflexos excessivos. De acordo com recomendações internacionais de saúde, os fabricantes de óculos devem indicar claramente o grau de proteção de cada lente.


O uso de óculos, cujas lentes não ofereçam proteção adequada, é considerado mais perigoso do que simplesmente não usar os óculos de sol. O olho humano possui mecanismos de defesa naturais, que são inibidos pela escuridão proporcionada pelas lentes. A pupila, que automaticamente se fecharia diante da luminosidade, mantém-se dilatada quando usamos lentes escuras. Então, a reação natural de fechar os olhos é comprometida pelo uso de óculos de sol. Portanto, se as lentes não protegem os olhos, os raios UV passam e afetam a retina mais severamente do que se não estivéssemos usando nenhum tipo de lente.

Virgilio Centurion, oftalmologista


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade