Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
oftalmologia

O glaucoma piora com o estresse?

Sua Saúde-Folha de Londrina
23 out 2009 às 11:10
- Reprodução
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O glaucoma é uma doença do nervo óptico (chamada de neuropatia) em que ocorre morte das células responsáveis pela condução da informação, captada na retina pelos fotorreceptores, para o cérebro.

A única situação em que o estresse pode suscitar glaucoma é para aquele paciente que tem ângulo bastante estreito e a descarga adrenérgica dilata a pupila, havendo fechamento angular e glaucoma agudo. Esta situação é bastante rara e o exame oftalmológico diagnostica quem tem este risco, encaminha para o tratamento a laser na íris e o paciente sai da zona de risco.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Na maioria das vezes, não há como evitar. Há, sim, como diagnosticar e tratar. Alguns tipos de glaucoma de ângulo estreito podem ser evitados com laser, principalmente em pacientes que usam substâncias que podem dilatar a pupila, como antidepressivos e anti-colinérgicos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Confira!

Febre, calafrios e dores são principais efeitos colaterais da vacina da AstraZeneca

Imagem de destaque
Previna-se!

Esclareça suas dúvidas sobre Terçol

Imagem de destaque
Dia Mundial da Osteoporose

Conheça os mitos e verdades sobre a osteoporose

Imagem de destaque
Saiba mais

Quais os desafios de fazer uma vacina chegar à população?


A prevenção é feita pelo exame periódico, com atenção maior às pessoas com maior risco: história familiar de glaucoma; pessoas acima dos 60 anos; negros, orientais (para glaucoma de pressão normal); míopes (para glaucoma de ângulo aberto) e hipermétropes (para glaucoma de ângulo fechado); diabéticos e hipertensos oculares.

Adriano Biondi, oftalmologista


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade