Pesquisar

Canais

Serviços

Os aromas são provenientes dos óleos essenciais - substâncias aromáticas naturais extraídas de flores, folhas, sementes, cascas e raízes. - Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
ÓLEOS ESSENCIAIS

O que é aromaterapia e qual sua importância?

Suas dúvidas - Folha de Londrina
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

A aromaterapia é a ciência que prega o uso de aromas nos mais diversos tratamentos, que têm por objetivo o alcance do bem-estar físico e mental. Os aromas são provenientes dos óleos essenciais - substâncias aromáticas naturais extraídas de flores, folhas, sementes, cascas e raízes. Inalados, aplicados ao corpo por meio de massagens, compressas ou escalda-pés, eles restauram as energias curativas e proporcionam o equilíbrio entre corpo, mente e espírito.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

O óleo essencial de gerânio, por exemplo, é excelente para mulheres no climatério ou na menopausa por ser considerado um fito-hormônio. Traz bastante alívio para os incômodos comuns deste período.

Continua depois da publicidade


A depressão pode ser vencida com a ajuda de um poderoso óleo essencial: a lavanda. Ele é utilizado para combater, além da depressão, insônia, tensão e cansaço. Uma gota do óleo no travesseiro pode ajudar a relaxar, assim como colocá-lo em aromatizadores ou borrifar, sob forma de spray, nos ambientes. A lavanda também traz benefícios estéticos. É excelente para a pele. Também pode ser utilizada para desinfetar cortes e arranhões. Para aliviar queimaduras, basta aplicá-lo sobre o local afetado, já que é um dos únicos óleos essenciais que podem ser usados topicamente sem veículo carregador e diluição.


Para combater dores musculares, a aromaterapia também tem resposta. Hortelã-pimenta, gengibre e eucalipto, diluídos em óleo vegetal de andiroba ou copaíba - poderosos antiinflamatórios - trazem bastante alívio. É uma dica também para quem sofre de fibromialgia, artrite, artrose, tendinite, joanetes e lesões por esforço repetitivo.

Samia Maluf, psicóloga especialista em depressão e síndrome do pânico (SP)


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade