31/05/20
25º/10ºLONDRINA
PUBLICIDADE
|
Procure um médico

Perigos da automedicação para a saúde intestinal

De acordo com pesquisa do Instituto de Ciência Tecnologia e Qualidade (ICTQ), 72% da população brasileira toma medicação por conta própria, enquanto 40% faz autodiagnostico por meio de buscas na internet. Colocando a saúde em risco ao adiar diagnósticos importantes, a automedicação também pode agravar doenças, como é o caso dos problemas intestinais. Os antibióticos, por exemplo, intensificam a irritação do intestino e aumentam a chance de possíveis inflamações do órgão.

O Grupo de Estudos de Doença Inflamatório do Brasil realizou uma pesquisa em seis capitais do país e constatou que 61% dos entrevistados não consultam um médico e se automedicam quando estão com diarreia. Ainda, o levantamento aponta que 46% tomam remédios sem prescrição quando sentem qualquer tipo de dores abdominais.


A Organização Mundial de Gastroenterologia estima que 20% da população global sofre de algum tipo de problema intestinal, porém desse total apenas 10% consultam um médico. Os problemas do intestino aparecem de maneira lenta e progressivamente, por isso um médico deve ser consultado ao sinal de qualquer alteração.

"Usar medicamentos de forma indiscriminada altera o ecossistema intestinal, podendo agravar doenças e colocar a saúde em risco eminente. Ainda, mascaram sinais que podem denunciar que há algo de errado - grande parte da população, por exemplo, não vai ao médico quando nota presença de sangue nas fezes, um dos sintomas do câncer colorretal. O mesmo acontece com dores estomacais e diarreia, que podem estar ligadas à Doença de Crohn e à Retocolite Ulcerativa", alerta o Dr. Tomazo Franzini, diretor da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva.

Anti-inflamatórios
Podem causar gastrite, úlcera, diarreia, náusea e vômito por conta das alterações na mucosa.

Aspirina

Sua combinação com anti-inflamatórios ou bebidas alcóolicas intensificam as chances de sangramentos intestinais.

Laxante
Alteram a mucosa do intestino, proporcionando irritações e possíveis inflamações quando usados de forma indiscriminada.

Vitamina C
O excesso de vitamina C provoca distúrbios gastrintestinais e aumentam a chance de cálculo renal.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conteúdo relacionado:
Confira
Síndrome do Intestino Irritável: saiba identificar sintomas e procurar ajuda
Fica a dica
Saiba como evitar o mal do intestino preso
Saiba mais!
Por que o intestino é vital para as pessoas?
Atenção
O que o seu cocô diz sobre a sua saúde?
Continue lendo
Saiba mais
Maringá registra dois óbitos por Covid-19; total chega a 8
30/05/2020 18:01
Boletim da saúde
Com mais dois óbitos, Londrina chega a 24 mortes pelo novo coronavírus
30/05/2020 17:36
Boletim estadual
Com mais oito óbitos, Paraná chega a 181 mortes pela Covid-19
30/05/2020 17:17
Alerta!
Sociedade de Pediatria desaconselha cloroquina em crianças e adolescentes com Covid-19
30/05/2020 10:49
Mais de 27 mil mortes
Brasil supera Espanha e se torna o 5º país com mais mortes por coronavírus
29/05/2020 20:00
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados