Pesquisar

Canais

Serviços

O efeito da radiação ultravioleta sobre a pele é acumulativo, diz especialista. - Reprodução
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
SOL E PSORÍASE

Quais benefícios o sol traz para a pele?

Sua Saúde-Folha de Londrina
31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

A exposição ao sol pode melhorar o aspecto das lesões de psoríase, pelo menos em parte dos pacientes. Há muito tempo se conhece o efeito benéfico dos raios ultravioleta sobre determinadas doenças de pele, dentre elas a psoríase. Este conhecimento é a base para o uso de modalidades de tratamento como a fototerapia.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A psoríase caracteriza-se pelo surgimento de manchas vermelhas e descamativas na pele em qualquer parte do corpo, mais comumente no couro cabeludo, cotovelos e joelhos. Algumas vezes pode afetar as unhas ou vir acompanhada de dores e inflamações nas articulações.

Continua depois da publicidade


No entanto, a exposição ao sol também é responsável por malefícios à pele, principalmente nas pessoas de pele clara. Exposições prolongadas e em horários inadequados podem ocasionar, num primeiro momento, queimaduras de primeiro e segundo graus.


Além disso, o efeito da radiação ultravioleta sobre a pele é acumulativo, ou seja, todo o sol e mormaço a que estamos expostos no dia-a-dia, seja devido ao tipo de trabalho ou ao lazer, tende a ficar acumulado na pele, resultando no aparecimento de manchas e rugas (envelhecimento precoce) e no aumento de risco de câncer de pele.


Por isso, portadores de psoríase, particularmente os de pele clara, devem evitar tomar sol de forma excessiva. O ideal seria se expor por cerca de 10 minutos apenas, de três a quatro vezes por semana, antes das 10 ou após as 16 horas.

Continua depois da publicidade


O uso de protetores solares é recomendado também. Por fim, sempre é bom lembrar que tomar sol funciona apenas como um auxiliar e não substitui o tratamento da psoríase. Portanto, os pacientes portadores de psoríase devem sempre fazer acompanhamento regular com um médico dermatologista.

Airton dos Santos Gon, dermatologista


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade