13/04/21
PUBLICIDADE
Rede pública x rede privada

Quais exames médicos valem a pena?

O preço de alguns exames, para quem faz pela rede privada de saúde, são altos e, no caso de quem usa a rede pública, a espera pode ser longa

Com isso, surge a pergunta: quais exames que realmente vale a pena fazer? O médico Michael Mosley avaliou este questionamento se submetendo a uma série destes exames.

Divulgação
Divulgação


Comecei com exames para detectar problemas cardíacos, pois é a principal causa de morte prematura na Grã-Bretanha. Os exames básicos são grátis no NHS (serviço público de saúde britânico) e relativamente simples.

Primeiro, fiz um exame de sangue para medir coisas como colesterol. Então fui à minha médica clínica geral, Sally Jenkins, que mediu minha altura, peso e pressão arterial.
Ela colocou todos estes dados em um calculador online chamado qrisk e a resposta que obteve foi de que tenho 10% de risco de ter um ataque cardíaco ou derrame nos próximos dez anos.
Isto não me pareceu ótimo, mas é um pouco melhor do que a média para alguém da minha idade.

De qualquer forma, segundo Sally, os regulamentos para procedimentos neste caso sugerem que eu deveria fazer um tratamento com estatinas. Tenho uma atitude ambivalente em relação às estatinas. Por um lado elas podem reduzir o risco de morte se você tem doença cardíaca, mas os benefícios para os que aparentemente são saudáveis são menos claros. As estatinas também têm efeitos colaterais, como o aumento do risco de diabetes tipo 2.

Pagando pelo exame

Sem ter certeza do que fazer, me submeti a outro exame - uma tomografia computadorizada cardíaca. Em uma clínica particular da Grã-Bretanha, ela pode custar entre 600 e mil libras (entre R$ 3,2 mil e R$ 5,4 mil) e envolve também uma pequena dose de radiação.

No exame, o paciente se deita em uma máquina e recebe uma injeção de contraste e, em seguida, uma série de raios-X de dose mais baixa. A máquina mostra suas artérias coronárias detalhadamente e o médico pode ver se há algum bloqueio parcial.

Após passar por esta máquina, o cardiologista Duncan Dymon examinou meus exames. Ele começou falando sobre uma sombra agourenta em uma das minhas principais artérias coronárias, a descendente esquerda.

"A razão de estar escura é devido a um depósito de placa macia, rica em colesterol na parede da artéria", disse o médico.
"É grave?", perguntei ansioso.
"Sim. Não quero parecer muito dramático, mas estas são as perigosas devido à propensão e imprevisibilidade para causar ataques cardíacos em alguém que está totalmente bem, não tem sintomas, vive uma vida normal. Você sai de manhã para trabalhar e não volta para casa", afirmou.

Por esta razão, elas são conhecidas entre os médicos como "fazedoras de viúvas".
O médico não conseguiu me dizer quais eram as chances deste episódio acontecer, "se fizéssemos isto, seria medicina (ao estilo da série de ficção científica) Star Trek", mas ele me aconselhou a tomar a estatina "pois as placas moles (tratadas) com estatinas, metaforicamente falando, têm o colesterol chupado para fora delas".

Entrei no consultório bem alegre e saí de lá com a expressão "fazedora de viúva" no meu cérebro. E este é o problema com alguns destes exames particulares - eles podem não dar mais detalhes sobre o risco de problema cardíaco que um simples exame da rede pública, e podem te deixar muito mais preocupado.

(com informações do site BBC)
Redação Bonde
Continue lendo
Boletim da saúde

Com mais dez mortes, Londrina vai a 1.092 óbitos de Covid-19

12 ABR 2021 às 18h31
Use máscara!

Maringá registra mais 14 mortes e 82 casos de Covid-19

12 ABR 2021 às 17h18
695 novos casos

Com mais 83 registros, Paraná passa de 19 mil mortes por complicações da Covid-19

12 ABR 2021 às 16h21
Não é uma gripezinha

Jovens na UTI já são maioria e necessidade de ventilação mecânica bate recorde

12 ABR 2021 às 15h49
Alerta!

Mais de 500 mil que receberam primeira dose da vacina em janeiro não tomaram a segunda

12 ABR 2021 às 15h26
Imunização

500 pessoas deixaram de tomar a segunda dose contra Covid-19 em Londrina

12 ABR 2021 às 14h48
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados