29/09/20
Fique atento

Sabe como evitar sintomas de desidratação nesse verão?

Este verão está quente, pleno e poderoso. Cuidados com nossa saúde são essenciais, porque o calor pode causar queda na pressão e um cansaço maior. Toma bastante água e outros líquidos ao longo do dia, também é muito importante. Você sabia que quando a gente sente sede, o corpo já está ligeiramente desidratado? É necessário muita atenção, ainda mais se trabalha em lugares quentes e se movimenta frequentemente.

"Com as temperaturas mais altas e o suor mais frequente, mais do que nunca é preciso tomar alguns cuidados simples para evitar se desidratar. A desidratação é um estado causado pela perda excessiva dos fluidos naturais do corpo, que acarreta inúmeras consequências negativas para o organismo. Embora alguns grupos estejam mais sujeitos a se desidratarem – como os idosos e os trabalhadores que atuam expostos ao sol, por exemplo – qualquer pessoa pode sofrer uma desidratação, e por isso é preciso ficar bem atento", explica Stéphanie Fontanari, nutricionista consultora da Netfarma.


Veja algumas dicas da especialista para manter a hidratação neste verão:

Beba água com frequência
Coloque o celular para despertar a cada 1 hora, a cada despertada lembre de consumir um copo de 150ml – 200ml de água. "O corpo dá sinais da falta de água. Os principais sintomas são sede, desconforto, irritabilidade, fraqueza, dor de cabeça, tonturas e até cãibras. Quando surge a sede, já há uma certa desidratação. Por isso, devemos evitá-la bebendo bastante água", explica.

Use roupas leves e claras
Devido às altas temperaturas, transpiramos mais que o normal. A vestimenta adequada é essencial. "Excesso de roupas vai estimular mais o suor, fazendo com que a pessoa elimine ainda mais líquidos que o normal e contribuindo para a desidratação", ela comenta.

Hidrate-se antes, durante e após fazer exercícios físicos
Exercitar-se sempre faz bem, mas no verão é preciso redobrar o cuidado com a reposição de líquidos durante as atividades. "Hidrate-se durante o período em que estiver praticando atividade física, levando sempre uma garrafinha consigo. Como durante as atividades físicas transpiramos ainda mais no verão, devemos ingerir mais líquidos para evitar o quadro de desidratação. "É importante repor a perda de líquidos não somente antes e depois dos exercícios, mas também durante toda a atividade", aconselha.

Evite a exposição ao sol em horários de pico
Mesmo ingerindo líquidos, não é recomendável praticar atividades ao ar livre ou ficar horas exposto ao sol nos horários mais quentes do dia. "O melhor período para se expor ao sol é até as 10 horas e após as 16 horas. Fora desse período, é melhor evitar. Não se esqueça do horário de verão".
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
29 de setembro
Dia Mundial do Coração reforça importância da prevenção
29 SET 2020 às 09h38
Entenda
Ministério da Saúde agora quer 'dia D' com 'aula virtual' a médicos sobre cloroquina
29 SET 2020 às 09h33
Preocupante
Mundo chega a 1.000.000 de mortes pelo coronavírus
29 SET 2020 às 09h09
Vírus
Silencioso, Covid-19 seguiu por rotas aéreas para se tornar pandemia
29 SET 2020 às 09h04
Pandemia
Brasil chega a 142 mil mortes pela Covid-19, mostra consórcio de imprensa
29 SET 2020 às 09h00
Boletim
Arapongas confirma 102º óbito por Covid-19; 4.275 casos
28 SET 2020 às 21h18
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados