06/03/21
PUBLICIDADE
Calcule seu IMC

Será que existe mesmo um peso ideal?

Muitas pessoas morrem de medo só em pensar em subir na balança. Maior inimiga das mulheres, as gordurinhas localizadas tiram o sono de muitas e eliminá-las é o grande desafio. Mas aí vem a seguinte questão: existe peso ideal?

Nos últimos anos há um intenso debate no meio científico para tentar responder essas e outras perguntas sobre o assunto.


A discussão esquentou quando um estudo publicado na conceituada revista médica JAMA - Revista da Associação Médica Americana - sugeriu que uma pessoa com sobrepeso poderia viver mais do que pessoas com obesidade graus 2 e 3 e também que pessoas com peso normal. Isso porque, segundo o estudo, o sobrepeso apresentaria riscos menores à saúde.

Divulgação
Divulgação


O resultado foram manchetes no mundo inteiro questionando se realmente haveria benefícios em se manter o peso normal, algumas até sugerindo que a população deveria tender para o ganho de peso como forma de proteção à possíveis doenças. Mas calma lá: isso não é verdade.

É fato confirmado que o ganho de peso gera consequências negativas à saúde, como diabetes, pressão alta, aumento dos níveis de colesterol e risco de infarto e derrame. É importante saber que este estudo utilizou apenas o IMC (índice de massa corporal), um cálculo simples, para obter os resultados.

Não foi utilizado o percentual de gordura corporal, a quantidade de gordura dentro do abdome (a visceral) que é mais danosa à saúde, nem os níveis de colesterol e açúcar para fazer a previsão do risco de saúde destas pessoas.

Para saber o seu índice de massa corporal, basta dividir seu peso em quilos pelo quadrado da sua altura, em metros (por exemplo, se você pesa 60 quilos e mede 1,65m, você multiplica 1,65 x 1,65 = 2.72 e divide seu peso por esse número: 60 ÷ 2,72 = 22.05). O resultado é um número que irá ajudar a dizer se você está dentro ou fora do seu peso.

Porém o IMC não deve ser o único parâmetro avaliado para quem está fora do peso. Esse índice não diferencia gordura de músculos. A maior quantidade de tecido gorduroso define uma elevação de alguns riscos importantes para a saúde, como colesterol, diabetes e problemas cardíacos.

É fundamental avaliar caso a caso, e o cálculo do IMC sozinho não basta. Além disso, alguns problemas, como o mau funcionamento da tireoide, podem facilitar o ganho de peso. Tudo deve ser investigado, a partir inclusive dos exames clínicos recomendados para cada faixa etária.

O peso ideal é aquele peso em que a pessoa não apresenta limitações para sua qualidade de vida. Deve ser definido analisando diversos aspectos: o peso na balança, a composição corporal com quantidade de gordura e massa muscular, os exames de sangue, a capacidade de mobilidade articular (se há restrições de movimentação com o peso), se o peso altera a qualidade de sono ou gera doenças como diabetes e pressão alta.

Ah, e também é preciso considerar um outro fator importante: sua felicidade com seu peso, por que não?

E para terminar, que tal um "novo" IMC?

I de Individualizar para cada pessoa
M de Medida
C de composição corporal

(com informações do site EXAME)
Redação Bonde
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Idosos e Saúde

Londrina tem 800 vagas para vacinação contra a Covid-19 neste domingo

06 MAR 2021 às 17h40
727 mortes

Com 212 casos, Londrina ultrapassa os 39 mil confirmados de Covid-19

06 MAR 2021 às 16h39
Maior desde janeiro

Paraná registra 8.563 novos casos e 146 óbitos de Covid-19

06 MAR 2021 às 16h25
Chega a 1.423

Brasil completa uma semana de recordes de média móvel de mortes por Covid

06 MAR 2021 às 14h44
Boletim diário

Londrina registra mais quatro mortes pela Covid-19 e se aproxima dos 39 mil casos

05 MAR 2021 às 20h08
455 mil doses da vacina

Paraná registra mais 5.650 casos e 107 mortes por Covid-19

05 MAR 2021 às 19h16
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados