19/02/20
34º/21ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Charmoso?

Você sabe o que é diastema? Confira as causas e tratamentos

Shutterstock
Shutterstock


Certamente você já viu ou até possui espaços abertos entre os dentes, o mais comum de se notar é entre os incisivos superiores, o nome utilizado para esse caso é diastema. Existem alguns fatores para eles serem causados:


Herança familiar;
Freio labial baixo;
Hábito de colocar a língua entre os dentes;
Hábito de colocar objetos entre os dentes (caneta, lápis...);
Acidentes e traumatismos;
Tratamentos

Quando há mais de um diastema na arcada dentária, os especialistas recomendam iniciar um tratamento ortodôntico que movimente esses dentes e os aproxime. Se a questão é meramente estética, a pessoa pode escolher em realizar o tratamento ou em manter, pois há quem ache charmoso e "na moda". Lentes de contato também são uma opção no caso de um diastema.

Há casos que o hábito de colocar a língua entre os dentes é um pequeno problema na fala e em sua articulação, dessa forma um dentista consegue perceber e indicar um tratamento paralelo com fonoaudiólogo.

Para freio labial baixo existe um procedimento cirúrgico: frenectomia, que consiste num corte e reposicionamento do mesmo. O desdobramento dessa cirurgia vai depender da idade do paciente, quando criança, por exemplo, o espaço fecha por si só. Já em casos de adolescentes e adultos, para o espaço ser fechado há a necessidade de um aparelho ortodôntico ou o melhor tratamento indicado pelo seu dentista.

Quando o assunto é diastema, algumas buscas são bem frequentes no Google e a especialista Roberta Sasahara, da Lira Odonto, comenta as mais procuradas:

Resina resolve o diastema?

Resina como opção de tratamento depende de alguns fatores como o tamanho do espaço e do dente. São realizados alguns exames para verificar se o dente não ficará largo, por exemplo. Além disso, pode não ser uma opção tão duradoura.

Há algum risco em manter o diastema?

Essa "moda" de deixar o espaço entre os incisivos superiores não faz mal algum, desde que antes, o paciente faça o exame clínico para constatar o motivo do diastema em questão.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
comentários
Continue lendo
Ultrassonografia mamária

Câmara aprova ultrassom obrigatório para mulheres com risco de câncer

Investigação

Brasil monitora cinco casos suspeitos do novo coronavírus

Veja mais e a capa do canal