23/10/20
Fique atento

Você sabe quais são as doenças mais perigosas do mundo?

Em 2014, a Organização Mundial da Saúde (OMS) realizou uma reunião com cientistas de diferentes áreas para identificar os agentes patogênicos que supostamente podem causar graves surtos no futuro. O resultado foi uma lista de oito doenças que deverão ser priorizadas pelo sistema de saúde no mundo todo para que estes surtos não venham se disseminar entre a população.

Conheça as doenças mortais consideradas as mais perigosas do mundo tendo como base a alta taxa de infecção e seu potencial para causar surtos graves no futuro:


Reprodução/Pixabay
Reprodução/Pixabay


1º lugar: Febre hemorrágica da Crimeia-Congo (CCHF)
Transmitida por um vírus através do carrapato, que se aliemntam de sangue de gado. Até o momento não existe vacina disponível e a taxa de mortalidade é de 40%.

2º lugar: Febre hemorrágica de Marburg
Considerada uma virose natural causadora de uma hemorragia fulminante ligada a uma síndrome severa de choque com grande taxa de mortalidade. Pode ser transmitida por morcegos frutívoros ou humanos.

3º lugar: Febre de Lassa
A infecção pode ser causada pela exposição a excrementos de animais através da respiração ou pelo trato gastrointestinal. Causa também uma febre hemorrágica causada pelo vírus de RNA chamado de Lassa.

4º lugar: Ebola
Causada por um vírus fatal que causa hemorragia severa nos órgãos internos. O vírus é ativo da África, local que ocorre vários surtos e sua taxa de mortalidade é de 90%.

5º lugar: SARS
Também chamada de Síndrome Respiratória aguda grave ou Pneumonia Asiática, causa muita dor de cabeça, desconforto geral e dores por todo o corpo. De 2 a 7 dias, o paciente pode apresentar boca seca e problemas na respiração.

6º lugar: MERS
Conhecida também como síndrome respiratória do Oriente Médio, é causada por um coronavírus que gera graves problemas respiratórios severos, além de tosse e febre. Ainda não se sabe como o contágio ocorre, mas tem origem animal e por meio de secreções humanas.

7º lugar: Febre do Vale Rift
É caracterizada por ser uma zoonose viral aguda transmitido por mosquitos infectados por RNA, como o Aedes e Culex. Pode causar febre, cefaleia, mialgia e alterações hepáticas. Sua taxa de mortalidade é 1% e @% é o total de pacientes que evoluem para quadros hemorrágicos.

8º lugar: Nipah
Doença causada por um vírus altamente infeccioso cujo hospedeiro são os morcegos frutívoros e provocam síndromes respiratórias agudas e encefalite. Além disso, possui uma taxa de mortalidade entre humanos que supera os 90%.

(com informações do site Diário de Biologia)
Redação Bonde
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Boletim diário

Londrina ultrapassa 12 mil casos de Covid-19 e atinge 301 óbitos

23 OUT 2020 às 17h45
Boletim da Sesa

Paraná chega aos 5 mil óbitos pela Covid-19

23 OUT 2020 às 16h57
Boletim da pandemia

Maringá registra uma morte e 90 casos de Covid nesta sexta-feira

23 OUT 2020 às 15h48
Imunização

Saúde reforça a importância da vacinação contra a poliomielite

23 OUT 2020 às 14h40
Boletim

Londrina confirmou 35 casos de dengue em três meses

23 OUT 2020 às 09h54
Saiba mais

EUA autorizam antiviral remdesivir como 1º tratamento contra Covid-19

23 OUT 2020 às 08h59
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados