13/04/21
PUBLICIDADE
Especialista alerta

Você sabia que bactérias presentes na boca podem ocasionar doenças cardíacas?

Dentista esclarece que os cuidados com a saúde bucal são essenciais para manter o coração em dia

A boca é abrigo diário de muitas bactérias. Estes organismos se fixam na superfície dos dentes, da língua, da gengiva e de outras estruturas presentes nesta cavidade, como os restos radiculares (partes dos dentes que, por algum motivo, "se perdem" na gengiva). Se acumulados, estes podem trazer problemas para a saúde e desencadear doenças em diversas partes do corpo.

O dentista do Hospital do Coração do Brasil em Brasília, Alexandre Miranda,ressalta que há uma forte relação entre as patologias do coração e a saúde odontológica, assim como os problemas dentários podem causar doenças cardíacas. "Isto acontece porque a cavidade bucal não está separada do todo. Assim, as bactérias presentes na boca podem entrar na corrente sanguínea e causar prejuízos na estrutura do coração. Algumas doenças cardíacas frequentemente estão associadas a estes organismos", observa.


Divulgação
Divulgação


As inflamações, ferimentos e sangramentos na gengiva e nos tecidos dentários, também conhecidas como periodontites, são alguns dos problemas que mais ameaçam a saúde cardíaca. "As lesões causadas pelas periodontites facilitam a entrada de bactérias na corrente sanguínea e podem ocasionar a endocardite bacteriana, problema que ocorre quando estes organismos se instalam nas válvulas cardíacas, comprometendo o funcionamento do coração", argumenta o especialista.

Por isso, o dentista lembra que pessoas que procuram ajuda odontológica apenas por questões estéticas precisam ficar atentas. "Para evitar qualquer tipo de problema, é indispensável fazer uma avaliação completa da saúde bucal ao menos uma vez por ano. Além disso, recomenda-se uma visita ao dentista antes e depois de se submeter a cirurgias no coração. Isto, é claro, depende da avaliação do cardiologista", esclarece. "Ações educativas e de prevenção sobre a forma correta de fazer a higienização dos dentes, das próteses e da língua também são fundamentais. Estas devem acontecer frequentemente nos hospitais, com o objetivo de esclarecer dúvidas dos pacientes e de toda a equipe médica", ressalta.

Tendo em vista o maior conforto e segurança de seus pacientes, o Hospital do Coração do Brasil (HCBr) é um dos primeiros centros de Brasília a integrar dentistas à equipe de atendimento. "Esta postura é adotada em centros de excelência de todo o mundo. Para minimizar os riscos, é indispensável que os serviços odontológicos sejam parte da rotina dos hospitais. Desta maneira, é possível dar uma assistência completa aos nossos pacientes, prevenindo-os de várias doenças", conclui o dentista.
Redação Bonde com Assessoria de imprensa
Continue lendo
Boletim da saúde

Com mais dez mortes, Londrina vai a 1.092 óbitos de Covid-19

12 ABR 2021 às 18h31
Use máscara!

Maringá registra mais 14 mortes e 82 casos de Covid-19

12 ABR 2021 às 17h18
695 novos casos

Com mais 83 registros, Paraná passa de 19 mil mortes por complicações da Covid-19

12 ABR 2021 às 16h21
Não é uma gripezinha

Jovens na UTI já são maioria e necessidade de ventilação mecânica bate recorde

12 ABR 2021 às 15h49
Alerta!

Mais de 500 mil que receberam primeira dose da vacina em janeiro não tomaram a segunda

12 ABR 2021 às 15h26
Imunização

500 pessoas deixaram de tomar a segunda dose contra Covid-19 em Londrina

12 ABR 2021 às 14h48
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados