Bonde - O Maior Portal do Paraná
Quarta-feira, 26 de Novembro de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
27º / 22º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook Youtube - Vídeos
Saúde
22/05/2009 -- 22:27

Não sinto prazer durante a relação, e agora?

Mulheres que não tem orgasmos podem continuar tendo prazer e interesse sexual. Já no caso da frigidez, o principal sintoma é a diminuição do desejo

Sexo&Comportamento-Folha de Londrina
QR:
Add to Flipboard Magazine.

A frigidez ou falta de desejo sexual é uma das disfunções sexuais mais comuns nas mulheres. Mais de 50% das pacientes atendidas nos consultórios apresentam o problema. Viver em uma sociedade onde o desempenho e o desejo sexual são maciçamente cobrados ajuda a criar expectativas e dificultar a satisfação. A frigidez é um problema sério que merece investigação das causas e tratamento adequado.

Para que isto ocorra é preciso deixar claro que frigidez e ausência de orgasmo são dois problemas diferentes. Mulheres que não conseguem experimentar orgasmo podem continuar tendo prazer e interesse sexual. Já no caso da frigidez, o principal sintoma é a diminuição ou falta de desejo.

É importante lembrar que, ao contrário do que pensam alguns, o desejo sexual do ser humano adulto e consciente não se compara à simples pulsões fisiológicas, como fome e sede. Ele é formado por três componentes principais; a biológica, a psicológia e a social.

O passo seguinte é compreender que uma mulher não ''é frigida'', ela ''está'' sem desejo. Os motivos podem ser circunstanciais, como stress e descontentamento com o parceiro; podem ser psicológicos, como educação rígida e repressiva ou experiências traumáticas; e, em menor grau, podem ser problemas orgânicos.

A mulher que sofre com este problema não faz parte de um pequeno grupo. Estudos feitos com mulheres de 18 a 59 anos mostram que 33% apresentam déficit de desejo sexual; 24% descrevem anorgasmia (não têm orgasmo) e 19% relatam dificuldade de excitação.

Pesquisas apontam ainda que 66% das mulheres sofrem de alguma queixa de dispareunia (dores na penetração) - uma das principais causas da frigidez. A dor ofusca qualquer desejo. A penetração antes da mulher se sentir devidamente lubrificada é o fator que mais provoca esse tipo de desconforto. Mas há situações como inflamações e infecções genitais que causam contrações e dores.

Outros motivos que podem causar a diminuição ou perda da libido são as alterações hormonais, debilidade física, problemas vasculares ou circulatórios e uso incorreto de medicamentos. Fumo e álcool também podem causar frigidez, pois atuam como depressivos.

É sempre importante procurar um médico que vai orientar e indicar o melhor tratamento.

Márcio D. Menezes, médico e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina Sexual
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 25/11/2014 23:50
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE