Bonde - O Maior Portal do Paraná
Terça-feira, 30 de Setembro de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
30º / 17º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook
Saúde
04/08/2008 -- 10h53

População de baixa renda abusa dos carboidratos

O aumento de peso é apontando como conseqüência do exagero

Redação Bonde
QR:
Add to Flipboard Magazine.
Reprodução/Montagem
Reprodução/Montagem
De acordo com especialistas em nutrição, a quantidade recomendada de carboidratos deve representar de 50 a 60% do valor calórico total da dieta

Arroz, feijão, pão e macarrão sempre rechearam os pratos dos brasileiros. Porém, os alimentos que andam fazendo parte do carrinho de compras da população com menos renda apresentam alta quantidade de calorias.

A pesquisa de orçamentos familiares do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelou que o consumo de açúcar na alimentação das pessoas que ganham menos passa de 14% do valor calórico total da dieta. O resultado é reflexo de um excesso de carboidratos no menu: o nutriente responde por 69,17% da dieta das famílias mais pobres.

De acordo com especialistas em nutrição, a quantidade recomendada de carboidratos deve representar de 50 a 60% do valor calórico total da dieta. Além da conta, os carboidratos refinados, encontrados em biscoitos, farinha de trigo e biscoito, podem levar ao ganho de peso.

Outra descoberta feita pelo IBGE é que frutas e legumes não aparecem com relevância no cardápio destas famílias, chegando a apenas 1% da dieta. A justificativa apontada pelos entrevistados foi os preços altos dos vegetais. Mas, neste ano, os preços das frutas subiram menos que a inflação, barateando as mesmas. Alguns legumes também ficaram mais baratos. Caso da abóbora, cujo preço caiu 8% desde janeiro.

Os dados mostrados pela pesquisa indicam um momento favorável à mudança de hábitos alimentares, portanto. A pesquisa indica a necessidade de ações de educação nutricional na população de menor renda , reforça Roberta. Ela afirma que a ingestão de três frutas ao dia e a inclusão de legumes nas refeições principais contribui para a prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares. (As informações são do Minha Vida - Dieta, Alimentação e Saúde)
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 30/09/2014 18:39
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE