Bonde - O Maior Portal do Paraná
Sábado, 01 de Novembro de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
29º / 20º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook Youtube - Vídeos
Saúde
18/01/2010 -- 18h40

Sinto dores, cólicas e ardência após a relação sexual

A dispareunia é uma das disfunções sexuais mais comuns em consultórios, e estima-se que afete dois terços das mulheres durante toda a vida

Sexo&Comportamento-Folha de Londrina
QR:
Add to Flipboard Magazine.

É chamada de dispareunia a dor genital que ocorre antes, durante ou após a relação sexual. É uma das disfunções sexuais mais comuns em consultórios, e estima-se que afete dois terços das mulheres durante toda a vida.

As causas podem ser físicas ou psicológicas, portanto, a sua investigação necessita de uma abordagem bastante cuidadosa e ampla, realizada pelo médico. Devem ser avaliadas desde alterações externas como cistos vulvares, aderências, a presença de algum ''anel'' no hímen ou algum problema congênito, como a vagina curta.

Uma das dores mais comuns e que apresenta bons resultados ao tratamento clínico são as vaginites causadas por qualquer bactéria ou fungo, que ocorre na vagina.

Esta dor também pode ser causada pela fricção durante a fase de excitação inadequada, que pode ser resolvida aconselhando uma melhor lubrificação durante a relação sexual.

Durante e após a menopausa, devido à atrofia genital, pode ocorrer este mesmo quadro, cujo diagnóstico e tratamento geralmente é fácil e à base de hormônios.

Devemos salientar a endometriose como uma das principais causas de dor vaginal, principalmente a dor profunda, que deve ser investigada e tratada. Nestes casos é importante uma avaliação clínica muito bem feita, pois mesmo problemas urinários devem ser pesquisados, bem como problemas intestinais, como síndrome do cólon irritável.

Fatores psicológicos também contribuem para a dispareunia, e estão relacionados principalmente aos ressentimentos com relação ao parceiro, algum tipo de violência sexual e pessoas que relacionam o sexo à culpa e vergonha.

Portanto, a abordagem deve ser sempre conduzida por um médico ginecologista, muitas vezes acompanhado de outros profissionais que auxiliem no diagnóstico e tratamento.

Mitos e Verdades

- Mito: dor na relação sexual é normal.
- Verdade: a maior parte das mulheres vai apresentar dor na relação sexual em algum momento de sua vida.

Marcelo Mendonça, ginecologista
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 01/11/2014 11:46
PUBLICIDADE
Carregando ...
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE