Bonde - O Maior Portal do Paraná
Quarta-feira, 16 de Abril de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
25º / 15º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook
BondeNews
11/09/2007 -- 11h37

Azia, queimação e indigestão podem ser sinais de refluxo

Redação Bonde
QR:
 

Azia, queimação, irritação, dores de garganta, tosse, rouquidão e até dor no peito podem ser sintomas de uma das doenças mais comuns do aparelho digestivo: o refluxo gastroesofágico. Dependendo da intensidade e freqüência, o refluxo, que nada mais é do que o escape de suco gástrico do estômago para o esôfago, pode causar doenças mais graves como asma, pneumonia, lesões nas pregas vocais e no esôfago.

Para identificar o problema são necessários exames específicos. A endoscopia é, geralmente, o primeiro exame solicitado pelos médicos. Entretanto, quando há indício de refluxo outras técnicas, como a manometria esofágica e a phmetria, possibilitam um diagnóstico mais preciso. "A endoscopia nos dá um diagnóstico através da visão da parte interna do esôfago, do estômago e do duodeno. Já os exames como a manometria e a phmetria podem avaliar o funcionamento do esôfago e do estômago com detalhes que podem ajudar a indicar a melhor forma de tratamento", esclarece o cirurgião e gastroenterologista do Hospital Nossa Senhora das Graças, Dr. Namen Salomão.

Manometria

A manometria esofágica atua identificando os distúrbios de motilidade, ou seja, do funcionamento do esôfago até o estômago. Uma das indicações mais comuns desse exame é em casos de disfagia - a dificuldade de engolir -, que pode estar relacionada à incidência de refluxo. A manometria faz um estudo do funcionamento do esfíncter inferior do esôfago, uma espécie de válvula que permite a passagem dos alimentos para o estômago, do próprio esôfago e da região onde os alimentos passam da boca para o esôfago (esfíncter superior do esôfago). "O exame nos dá informações em gráficos, como em um eletrocardiograma, para chegarmos a um diagnóstico", compara Dr. Namen.

Phmetria

Outro exame que analisa a funcionalidade do aparelho digestivo é a phmetria, no qual o paciente fica 24 horas com uma fina sonda que irá monitorar a ocorrência do refluxo, auxiliando na identificação da causa do problema. Durante o exame, são anotadas também informações triviais, como horários de refeições e de sono. Dessa maneira, o médico cruza as informações com os sintomas do paciente. "A phmetria possibilita identificar a quantidade de ácido do suco gástrico que é liberada durante o refluxo", completa Dr. Namen.

Tratamento

O tratamento do refluxo gastroesofágico começa com uma dieta adequada, podendo ser necessários medicamentos e também, em alguns casos, cirurgia. "Quanto antes identificado o problema, menos agressivo o tratamento tende a ser. Por isso, é importante procurar um especialista se os sintomas forem freqüentes", aconselha o especialista, através da Expressa Comunicação.
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 16/04/2014 15:22
PUBLICIDADE
BONDENEWS
Você é a favor da instalação de pedágio para viabilizar duplicação da PR-445 de Londrina a Mauá?
Não
Sim
 
PUBLICIDADE