Avião agrícola cai sobre Kombi em Londrina; 5 morrem e 4 ficam feridos

Auber Silva - Redação Bonde - 20/01/2016 -- 17:32
Imprimir Comunicar erro mais opções

Um avião agrícola sofreu uma pane ao decolar do aeroporto 14 Bis, no distrito da Warta, na região norte de Londrina, por volta das 17h desta quarta-feira (20). Ao tentar retornar à pista, a aeronave acabou perdendo altitude e colidindo contra uma Kombi que passava pela rodovia Carlos João Strass (PR-545). Cinco pessoas morreram e quatro ficaram feridas. O piloto sofreu ferimentos moderados e queimaduras.

Com o impacto, o avião explodiu. As chamas se alastraram e também atingiram o veículo, que transportava trabalhadores que executavam um serviço de capina às margens da estrada. A Kombi trafegava no sentido Warta-Londrina.



De acordo com o Corpo de Bombeiros, três dos cinco mortos foram identificados: Cléverson Henrique Pereira, de 37 anos; Renan Florêncio Fagundes, de 19; e Flávio Tosi, de 43. Os outros dois ainda não tiveram seu nome divulgado. Todos os corpos foram encaminhados ao IML de Londrina.

Entre os feridos estão o piloto do avião, Bruno Nobre Costa, de 29, que foi encaminhado por funcionários do aeroporto ao Hospital da Zona Norte (HZN); Luís Carlos Silva, de 28, levado à Santa Casa; Alex Carlos de Brito, de 35, conduzido ao HU; e o condutor da Kombi, Diógenes Gomes Fagundes, de 44, cujo hospital não foi informado.

Anderson Coelho/Grupo Folha
Anderson Coelho/Grupo Folha


A princípio, o quadro do piloto é o menos grave. Mesmo com as contusões e queimaduras sofridas após a explosão, ele ainda conseguiu ir ao aeroporto para pedir ajuda.

Diversas viaturas dos bombeiros, do Samu e da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) estiveram no local. A rodovia ficou completamente interditada por aproximadamente uma hora.

A aeronave é da empresa Viagro Vidotti Agro Aérea e se dirigia ao interior de São Paulo para pulverizar uma plantação. Especialistas do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) estarão em Londrina nesta quinta-feira (21) para colher informações para o inquérito que deve apontar a causa da queda. O laudo deverá sair em alguns meses.



(matéria atualizada às 19h, com informações dos repórteres Paulo Monteiro, do jornal NossoDia, e Guilherme Batista, do Bonde)
PUBLICIDADE
TOP DO BONDE
PUBLICIDADE
 
Hospedado pela: