Vereadora chama colega de "bêbado"

Redação Bonde - 12/12/2011 -- 20:07
Imprimir Comunicar erro mais opções

Convocada para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga os contratos de publicidade firmados pela Câmara Municipal de Curitiba, a vereadora Renata Bueno (PPS) desqualificou o presidente da CPI, vereador Emerson Prado (PSDB). Em entrevista à rádio Banda B, Renata relembrou um episódio, em que o parlamentar foi pego em uma blitz no trânsito, para tentar minimizar as críticas feitas pelos colega.

"As pessoas que a gente lida são tão desqualificados. Ele [Prado] foi pego em uma blitz policial dirigindo completamente embriagado. Não conseguia sequer pronunciar o seu próprio nome e, agora, quer dar moral, ser líder de bancada e presidente de uma CPI", disse.

Sobre a convocação para prestar depoimento, a vereadora disse que ainda não foi notificada oficialmente. "Para ver o tamanho do amadorismo. Ele me mandou hoje uma convocação sem data e hora e quer que eu vá prestar declarações."

Os vereadores desejam que Renata esclareça a acusação, feita por ele, de que existe uma "máfia", comandada pelo Presidência da Câmara, agindo em Curitiba. O presidente da CPI rebateu as críticas feitas por Renata. "Problemas envolvendo a minha vida pessoal serão explicados à Justiça. Não tenho culpa que a vereadora é desocupada", disse. Ele afirmou também o depoimento de Renata Bueno foi marcado para as 18h desta terça-feira (13), no plenário da Casa. (com informações da rádio Banda B)
PUBLICIDADE
TOP DO BONDE
PUBLICIDADE
 
Hospedado pela: