Bonde - O Maior Portal do Paraná
Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014. | Bem-vindo usuário! Faça login ou cadastre-se.
32º / 18º Londrina - PR Outras Cidades Google Twitter Whatsapp - (43) 9124-1630 Facebook Youtube - Vídeos
BondeNews
19/09/2013 -- 15h39

Pais de João Rafael acreditam que filho foi roubado

Rodrigo Batista - Redação Bonde
QR:
Add to Flipboard Magazine.

Quase um mês depois do desaparecimento do garoto João Rafael Kovalski da cidade de Adrianópolis, região metropolitana de Curitiba, os pais da criança ainda acreditam na suspeita de roubo. Vizinhos da família teriam visto um carro preto com placas de São Paulo perto do local momentos antes do sumiço do menino.

O pai da criança, Lucas Kovalski, conta que dentro do carro haveria um casal que não se identificou a um dos vizinhos ao pedir informações, antes do desaparecimento. "As pessoas não guardaram o número da placa, mas contou que o casal dentro do carro abriu pouco o vidro, como se não quisesse ser visto. Nós não queremos acusar ninguém, não temos provas, só achamos suspeito. Outras pessoas também disseram que viram esse carro", diz.

A hipótese de roubo da criança é uma das linhas de investigação utilizada pelo Sicride (Serviços de Investigação de Crianças Desaparecidas), da Polícia Civil, para desvendar o sumiço da criança, que desapareceu no dia 24 de agosto. Outra suspeita é que o menino tenha caído no Rio Ribeira, que passa perto do terreno onde mora a família.

A população de Adrianópolis está mobilizada para encontrar João Rafael, conforme conta o pai do garoto. "Depois que ele sumiu muitas pessoas tentaram ajudar nas buscas, mas não encontraram na mata ou no Rio [Ribeira]".

Para Kovalski, o fato de o Corpo de Bombeiros, que coordenou as buscas no rio, ter encerrado os trabalhos aumenta as suspeitas da família com relação ao roubo da criança. O tenente Pimenta, do Grupo de Operações de Socorro Tático (GOST) disse que, pela experiência nesses casos, o corpo já deveria ter aparecido.

Quem tiver informações sobre o paradeiro da criança ou que ajudem a Polícia Civil a encontrar o garoto, pode entrar em contato com o Sicride pelo telefone (41) 3224-6822.
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 22/10/2014 18:43
PUBLICIDADE
BONDENEWS
Você já tem candidato definido para a eleição de governador?
Não
Sim
PUBLICIDADE
 
PUBLICIDADE