Londrina na latinha - Carlos Oliveira
18/02/2014 - 09:44
Add to Flipboard Magazine.   RSS  
O prefeito Alexandre Kireeff (PSD), postou um texto no Facebook, no mínimo interessante, veja:


Demorei muito tempo para entender como era possível que políticos corruptos conseguissem reeleger-se,"trieleger-se" e assim por diante. Mas foi durante o processo eleitoral, conversando com as pessoas que mais precisam da prefeitura que isso começou a ficar claro.

Na verdade,esse tipo de político é um espécie de maníaco que explora as fraquezas pessoais,os dramas sociais mais severos, para garantir a sua perpetuação no poder ou fortalecer sua oligarquia política.

Imagine, por exemplo, uma jovem mãe solitária , com dois ou três filhos pequenos, que precise trabalhar para garantir o alimento em casa mas que se encontre impossibilitada pelo fato de não ter uma creche em seu bairro. Além disso, essa jovem mãe sente-se ameaçada pela perda da guarda das crianças se tomar a atitude de simplesmente partir para a luta deixando as crianças em casa em situação de risco.

O que você acha que ela espera ouvir de um candidato quando ela pergunta " você vai construir uma creche em meu bairro?".

Todo mundo aqui sabe que ela quer ouvir que a creche será construída,que seus filhos terão uma educação de qualidade, alimentação adequada e segurança, enquanto ela poderá trabalhar e garantir sua cidadania.

Acontece que a resposta para aquela pergunta nem sempre é assim tão simples. Mesmo que todos queiram construir a creche, nem sempre a resposta imediata pode ser afirmativa porque são necessário recursos, projetos, contratação de professores, previsão orçamentária, etc..

Todos os candidatos, todos, sem qualquer exceção,sabem disso.Entretanto alguns,mesmo quando tem certeza absoluta de que jamais construirão uma creche naquela região, acabam afirmando que "eleito prefeito" ou "eleito deputado", irão construir tal equipamento.

O mais incrível de tudo isso é que a pessoa que está em frente ao político canalha sabe, em seu íntimo,que está diante de uma mentira, mas quando o que se reinvidica é algo muito importante, quando é exatamente aquilo que mais se precisa, as pessoas optam por se apegar aquela mentira, aquela pequena esperança, em detrimento da razão ou da verdade. Isso é humano.

E é assim que o político profissional corrupto consegue permanecer no poder. São especialistas em identificar as fragilidades humanas.São especialistas que não sentem o menor constrangimento em se apossar dos dramas pessoais para atingirem seus próprios objetivos. Fazem isso com mães, com enfermos, com desempregados, com pessoas que precisam de casa própria,enfim: são manipuladores dedicados em transformar sonhos,esperanças e direitos daquelas pessoas mais necessitadas em combustível para suas carreiras políticas.

São verdadeiros sociopatas desprovidos de qualquer escrúpulo , que se disfarçam de protetores do povo e que se escondem por detrás das mais legítimas reivindicações populares única e exclusivamente para garantir a própria perpetuação no poder.

Seres desprezíveis,ainda presentes na fauna política brasileira,estão condenados à lenta e progressiva extinção, vitimados pela informação e pela próprio amadurecimento progressivo da nossa jovem democracia.

Podem ter certeza de que nestas eleições mais uma geração destes facínoras será deletada da vida pública. Eu acredito nisso.
COMENTÁRIOS
 Em 18/02/2014, 15:18, André da Costa Veiga disse:
este prefeito deve ter algum tipo de distúrbio, sem falar que ainda não caiu a ficha que ele hoje é politico, alias, um péssimo politico. Até que fala, escreve bem, mas na prática é muito ruim de serviço.
 Em 18/02/2014, 15:13, Silvana Alcantara disse:
Que coisa meiga senhor Prefeito. Detalhe que ele faz parte do clã hoje. Pois prometeu até coisas que Deus duvida na campanha e até agora nada. Tudo farinha do mesmo saco.
COMENTE ESTE POST
Nome
Email
Site
Comentário
 Caracteres restantes : 2000
Carlos Oliveira
 
Carlos Oliveira é natural de Grandes Rios - PR, onde nasceu em 24 de janeiro de 1972. Começou sua carreira no rádio, em 1990, como locutor esportivo da Rádio Alvorada (Londrina). Como repórter trabalhou na antiga Rádio Norte AM e desde 1999 faz parte do departamento de jornalismo da Rádio Paiquerê AM. É setorista da Câmara de vereadores de Londrina há mais de 15 anos



Sites Sugeridos
 
ARQUIVO
Mês
Ano
PUBLICIDADE