Blog do Lucio Flávio - Lucio Flávio
31/10/2014 - 10:57
  RSS  
O técnico Cláudio Tencati já tem definida a escalação do Londrina para o jogo deste sábado. Mas, vai anuncia-la somente momentos antes da partida.

O que é certo, e o próprio treinador já adiantou, é que o time será ofensivo e vai mudar a forma de jogar. Nem poderia ser diferente. Pela primeira vez nesta série D, o Lec será obrigado a vencer em casa e reverter a vantagem do adversário.

Tencati vai sacar um volante, provavelmente Guilherme Amorim, e escalar um meia ou um terceiro atacante. O que seria melhor? Qual a melhor alternativa?

Particularmente prefiro um time com dois armadores e dois atacantes. Entendo que a equipe fica mais equilibrada e com mais gente no meio campo, onde o jogo acontece e é decidido.

Um terceiro atacante seria uma opção para o decorrer da partida. Uma forma de mudar o jeito de jogar se o esquema inicial não estiver funcionando. O Londrina nunca jogou assim na série D. E com mais um meia, Celsinho funciona como terceiro atacante.

Se optar por mais um meia a opção é Davi Ceará. Já que Léo Maringá, depois de ser titular no início da competição, perdeu espaço e não é nem mais cotado para voltar ao time.

Talvez a dúvida em relação a Davi Ceará é que o meia jogou pouco e o futebol apresentado está longe daquele que recomendou a sua contratação. Pesa contra ele ainda a expulsão infantil contra o Boavista, minutos após entrar em campo.

A opção por um terceiro atacante passa necessariamente por Hiago. Mádson e Alexandre Oliveira são centroavantes e reservas de Bruno Batata.

Hiago é de velocidade e jogaria pelos lados, assim como Paulinho, e Batata ficaria centralizado.

O problema é que Hiago também ainda não convenceu. Talvez essa seja a chance para mostrar seu potencial.

Tencati tem crédito e competência para escolher a melhor opção. Independentemente da formação, o Londrina tem condições de reverter a vantagem e se classificar para a final.

Para isso terá que ter equilíbrio, manter os nervos no lugar e fazer a sua melhor apresentação em casa nesta série D.
31/10/2014 - 10:27
  RSS  
O Londrina em parceria com a Viação Garcia promove neste sábado mais uma ação "Londrina na Timemania". O evento acontece a partir das 9h em frente ao Shopping Com-Tour.

A ação tem o objetivo de incentivar o torcedor a apostar no Lec como time do coração na Timemania. Quem participar vai concorrer a camisas oficiais do Tubarão e a ingressos para o jogo contra o Brasil.
30/10/2014 - 11:27
  RSS  
O Santos tem uma motivação extra para tentar chegar a final da Copa do Brasil. A diretoria prometeu um prêmio de R$ 540 mil pela passagem à decisão do torneio.

O dinheiro equivale a 30% da cota destinada pela CBF aos clubes que chegarem à final. O campeão de 2014 ainda terá direito a um bônus de R$ 1,2 milhão.

Os R$ 540 mil foram acertados entre o gerente de futebol santista Zinho e o capitão da equipe, Edu Dracena. Um dos líderes do time, Robinho também participou da negociação.

O valor foi confirmado ao DIÁRIO por um integrante do Comitê de Gestão. "Resolvemos abrir os cofres para chegar à finalíssima. Até então, os bichos pagos na Copa do Brasil eram bem menores, na casa de R$ 3 mil, R$ 5 mil e R$ 10 mil por fase", diz.

Se o elenco decidir que apenas os atletas utilizados nos dois confrontos com o Cruzeiro terão direito ao dinheiro, é possível imaginar um prêmio de aproximadamente R$ 25 mil para cada jogador santista.

Fonte: Blog do Jorge Nicola - Diário SP
30/10/2014 - 10:58
  RSS  
O jogo entre Londrina e Brasil, neste sábado, às 19h, no estádio do Café terá arbitragem de Eduardo Tomaz de Aquino, de Goiás.

Os auxiliares serão Evandro Gomes Ferreira (GO) e Leandro dos Santos Ruberdo (MS). A partida é decisiva e vai indicar um dos finalistas da série D.

O time gaúcho venceu a primeira partida em Pelotas por 3 a 1. Com isso, o Lec precisa vencer por 2 a 0 para chegar a decisão.
28/10/2014 - 10:47
  RSS  
A partida do Londrina em Pelotas, que foi transmitida através da internet, teve quase 25 mil acessos no último sábado a noite.

O jogo pode ser assistido no site oficial do Lec e também nos portais da Rádio Paiquerê AM e Prevent Seguros, parceiras do clube na transmissão.

Na primeira experiência, no confronto contra a Anapolina, em Anápolis, foram quase 13 mil cliques.

Certamente é uma ferramenta muito interessante e, como os números comprovaram, com um público/consumidor cativo.

O Londrina podia olhar com bons olhos estas experiências e colocar em prática como um serviço oficial do clube para o seu torcedor. Com toda certeza é um produto, que além de aproximar ainda mais o time da sua torcida, pode render recursos financeiros ao clube.
27/10/2014 - 19:13
  RSS  
Os maiores clubes do futebol brasileiro gastam, em média, R$ 3,9 milhões por mês com os seus treinadores. Os valores ainda são muito altos, mas já foram maiores como mostra uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira.

Os salários médios tem diminuído nos últimos dois anos. Abel Braga, Muricy Ramalho e Mano Menezes são os treinadores que mais ganham atualmente no país: R$ 500 mil.

Saiba quanto ganham os técnicos dos maiores clubes do Brasil aqui.
25/10/2014 - 22:56
  RSS  
A defesa foi o ponto forte do Londrina ao longo de toda a série D, mas falhou demais na noite deste sábado em Pelotas e o Lec perdeu a invencibilidade de 12 partidas na competição.

O time, que havia sofrido apenas quatro gols, tomou três no estádio Bento Freitas e a derrota por 3 a 1 obriga o alviceleste a ganhar por 2 a 0 no Café para avançar a final do campeonato.

O Lec sabia que o forte do Brasil era a bola aérea. Não conseguiu evitar a pressão e tomou dois gols marcados por Rafael Foster. O goleiro Vítor, que tem muito crédito, foi mal e falhou nos dois gols.

Para completar o desempenho ruim da defesa, o capitão Dirceu cometeu pênalti aos 48 do segundo tempo e Chicão fechou o placar.

Em um lance polêmico, no fim do primeiro tempo, o Lec descontou. A auxiliar confirmou o gol para o lateral Lucas Ramon, que cruzou e no bate rebate dentro da área a bola entrou.

O Londrina sentiu a pressão da torcida, apesar de ter criado chances para até empatar o jogo. O Brasil foi mais vibrante e mereceu a vitória.

O Lec tem amplas condições de reverter o resultado. Já provou isso na semifinal do Paranaense contra o Atlético.

Mas, pela primeira vez no campeonato o Londrina terá que reverter um placar e para isso terá que jogar mais do que vem jogando até aqui no Café.

Resta saber se o time vai conseguir assimilar a primeira derrota e a necessidade de ganhar. Que o torcedor faça a sua parte e empurre o time no próximo sábado.
24/10/2014 - 10:45
  RSS  
Reportagem da Folha de Londrina desta sexta-feira mostra que o Brasil de Pelotas tem cinco mil sócios torcedores, o que representa uma renda de R$ 150 mil mensais ao clube.

Aí fico me perguntando. Por que lá funciona e aqui não? O time gaúcho vive as mesmas dificuldades que o Lec. Até este ano não tinha calendário garantido, veio de uma segunda divisão estadual. Apesar disso, consegue mobilizar sua torcida.

Já escrevi isso diversas vezes. Ter calendário é apenas um dos atrativos para um programa de sócio torcedor. Não pode e não deve ser o único. Existem diversas outras vantagens.

Até porque se ir ao estádio fosse a única alternativa, o Internacional não teria 120 mil associados. Não caberia todo este público nas suas partidas. O torcedor/consumidor está interessado em outras vantagens também.

Fazendo uma conta simples. Se o Londrina tivesse três mil sócios torcedores, que não é nada impossível, pagando R$ 50 por mês, um valor nada absurdo, o clube teria R$ 150 mil de receita. Suficiente para pagar metade da folha de pagamento.

Os benefícios de um programa de sócio torcedor são inúmeros. Basta saber divulga-los e vende-los. O Londrina acaba de anunciar um novo parceiro e está prometendo mudanças no seu programa para 2015. Vamos esperar para ver.
23/10/2014 - 10:49
  RSS  
Na nova era Dunga, jogador que não entrar na linha dificilmente vai continuar vestindo a camisa da seleção brasileira.

Reportagem desta quinta-feira da Folha de São Paulo mostra que o novo manual proíbe uso de chinelos e brincos e obriga os jogadores a pagarem as despesas próprias e a cantar o hino nacional.

Veja os detalhes da cartilha do Dunga aqui.
22/10/2014 - 17:41
  RSS  
Além de herdar uma dívida a curto prazo de R$ 80 milhões, o próximo presidente do Santos terá de tocar o clube sem as receitas de TV de 2015 e parte de 2016.

As cotas do ano que vem foram antecipadas para quitar salários e outras pendências. Já as de 2016 foram dadas como garantia à Doyen Sports, que emprestou o dinheiro para a contratação de Leandro Damião, em janeiro.

A revelação foi feita ao DIÁRIO por um santista que teve acesso ao contrato firmado entre o clube, a Doyen e o centroavante. O valor da negociação é de R$ 37,8 milhões, quase metade dos R$ 80 milhões aos quais o clube terá direito da TV Globo.

Os problemas do futuro presidente alvinegro não terminam por aí. Caso Damião siga na Vila Belmiro em 2016, o clube terá de gastar, apenas com juros pelo empréstimo, a quantia de R$ 3,8 milhões por temporada.

O custo anual do Santos é de R$ 120 milhões, incluindo gastos com futebol e sede social. Na temporada passada, o déficit foi de R$ 40,6 milhões, também por culpa da falta de um patrocinador principal — a camisa branca não tem um parceiro máster desde janeiro de 2013.

Fonte: Blog do Jorge Nicola - Diário SP
< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >
Lucio Flávio
 
Formado em Comunicação Social-Jornalismo e Administração-Marketing. Repórter Esportivo da Rádio Paiquerê AM desde 1997. Repórter também da Folha de Londrina. Participou de coberturas esportivas nacionais e internacionais como Copa do Mundo, Olimpíadas e Copa América. Twitter: @Luciobortoti



Sites Sugeridos
 
ARQUIVO
Mês
Ano
PUBLICIDADE