Blog do Lucio Flávio - Lucio Flávio
28/06/2015 - 13:47
  RSS  
As lembranças de Foz do Iguaçu, Caxias do Sul e Couto Pereira voltaram a assustar o torcedor do Londrina neste domingo. Em cinco minutos, o Tubarão tomou três gols e perdeu, de virada, no Bento Freitas, para o Brasil por 3 a 1.

O LEC fez um jogo equilibrado até os 42 minutos do segundo tempo. Nem pressão da tão aclamada torcida xavante houve. O Londrina encontrou um ótimo ambiente para o jogo. E deu poucas chances ao adversário.

No primeiro tempo, o lance mais perigoso foi um pênalti inexistente que o árbitro marcou de Zé Rafael em Alex Amado. O jogador gaúcho errou o chute, caiu e o juiz anotou. Nena deslocou o goleiro Vitor, mas mandou para fora.

Logo aos 3 minutos da etapa complementar, Zé Rafael fez uma excelente jogada passando por quatro adversários, achou Celsinho, que de primeira, serviu Patrick. De dentro da área, o atacante fez o seu primeiro gol no campeonato.

O Londrina tomou conta do jogo. A única jogada do Brasil era bola na área. A defesa se segurava bem. O técnico do Brasil terminou o jogo com três atacantes, um deles o centroavante Leandrão.

As alterações do Cláudio Tencati, entradas de Vinícius, Edmar e Bidía, levaram o Londrina perigosamente para trás.

O ex-atacante de Inter e Botafogo foi o herói do jogo. Em dois lances idênticos, dois cruzamentos do lateral Wender, o centroavante empatou aos 42 e virou aos 43. Os erros foram coletivos. Ninguém marcou o lateral, e Silvio e Dirceu deixaram o atacante cabecear sozinho.

O terceiro gol saiu quando o Londrina foi todo para frente, aos 48. Em contra-ataque, Leandrão recebeu dentro da área e só tocou com o gol aberto. Derrota amarga de um time que caiu da liderança isolada para o terceiro lugar no grupo.

Faltou maturidade, atenção, concentração e equilíbrio emocional. Não é o fim do mundo, o time continua no grupo dos quatro classificados, mas que dói, dói uma derrota desta forma.
26/06/2015 - 13:56
  RSS  
O Londrina foi condenado novamente em julgamento nesta sexta-feira pelo STJD da CBF. Julgado pela 4ª Comissão Disciplinar, o Tubarão perdeu um mando de campo e foi multado em R$ 10 mil.

A punição foi em virtude de duas bombas que explodiram nas arquibancadas do Willie Davids, no confronto contra o Tombense. O mando terá que ser cumprido em uma cidade a 100 quilômetros de Londrina.

O advogado do clube, Osvaldo Sestário, vai recorrer ao Pleno do STJD e acredita que é possível reverter pelo menos a perda de mando. "A multa eu esperava por causa da reincidência, mas o mando não. O histórico anterior foi decisivo. É preciso conscientizar a torcida", frisou o advogado.

No recurso, a defesa vai solicitar também o efeito suspensivo da punição. A partida contra o Tombense foi o primeiro encontro do Londrina com a torcida na série C.
25/06/2015 - 10:15
  RSS  
Como nós havíamos antecipado aqui, o Londrina oficializou a saída de oito jogadores revelados na base. Sete vão para o Toledo e o atacante Rangel vai defender o Foz do Iguaçu, na série D do Brasileiro.

Os zagueiros Dipão e Pedro Gusso, que já estavam em Toledo na Divisão de Acesso permanecem. Se juntam a eles, os laterais Raí Ramos e Everton Maringá, os meias Rafael Bastos e Léo e o atacante Peterson. O Toledo vai jogar a Taça Federação Paranaense sub-23.

Já o meia Júlio Pacato, que foi um dos destaque no Toledo no vice-campeonato da segunda divisão, permanece no Londrina. O atleta firmou um novo contrato, recebeu um aumento salarial e já treina com o grupo de profissionais.
24/06/2015 - 17:16
  RSS  
O jogo entre Londrina e Guaratinguetá, no dia 05 de julho, será no estádio do Café e não mais no Willie Davids, em Maringá. A partida terá portões fechados.

O Londrina impetrou um recurso no STJD da CBF solicitando que a punição fosse cumprida no Café, para evitar mais prejuízo ao clube, já que em Maringá o LEC teria que arcar com aluguel do estádio e despesas com viagens.

O STJD acatou o pedido do Londrina e já informou a CBF para que a mudança seja efetuada. O LEC já recebeu a informação da mudança, assim como a Federação Paranaense de Futebol. Todo o trabalho para a reversão da pena foi conduzido pelo advogado Osvaldo Sestário.

A partida será mantida às 19h, a pedido da televisão. O Londrina foi punido com quatro jogos de suspensão. Atuou contra a Portuguesa e Juventude no Café, com portões fechados, e jogou em Maringá, contra o Tombense.
24/06/2015 - 15:08
  RSS  
Uma reunião do Conselho Deliberativo do Figueirense no dia 1º de julho deve aprovar uma parceria entre o clube e os empresários Sérgio Malucelli e Juan Figer.

O acordo está sendo costurado pelo presidente do Figueira, Wilfredo Brillinger, e a SM2, empresa criada pelos gestores atuais do Londrina, será responsável pela gestão do futebol do alvinegro pelos próximos 15 anos.

O projeto denominado "Novo Figueirense" seria apreciado na noite de terça-feira pelo Conselho, mas um erro na publicação do edital de convocação adiou o encontro para o início do próximo mês.

Procurado pela reportagem, o empresário Sérgio Malucelli preferiu não se pronunciar e nem dar detalhes sobre a futura parceria.
23/06/2015 - 10:39
  RSS  
Com mais de 30 jogadores no elenco profissional, o Londrina vai oficializar este semana o empréstimo de pelo menos nove jogadores ao Toledo para a disputa da Copa Federação Paranaense, que começa em 5 de julho.

Os clubes estreitaram relação após o empréstimo de três jogadores para a Divisão de Acesso. Os zagueiros Dipão, Pedro Gusso e o meia Júlio Pacato foram bem na segunda divisão e deverão permanecer no Oeste.

Pacato foi um dos grandes destaques do time na campanha que levou o Toledo de volta para a primeira divisão do Paranaense.

Os nomes dos demais atletas serão confirmados esta semana, mas serão de jogadores jovens, que recentemente saíram do time sub-20, e que não teriam muito espaço na disputa da série C.

É uma ótima opção esta política do Londrina. Você dá rodagem, experiência e a chance destes meninos crescerem para voltarem em um outro momento e vestirem a camisa alviceleste.

O Toledo é o lugar certo. Cidade boa, clube organizado e profissional, bom estádio. Enfim, todas as condições para esses meninos deslancharem.
22/06/2015 - 11:06
  RSS  
Sem clima para continuar no Londrina, o atacante Wéverton pode parar no Atlético Goianiense. O jogador segue treinando no clube e a negociação deve ser concretizada nas próximas horas. O LEC vai rescindir o contrato com o atacante, válido até maio de 2016.

A negociação entre o alviceleste e o time goiano está sendo intermediada pelo gerente Alexandre Oliveira. O Atlético já teria mostrando interesse em Wéverton após o Paranaense, mas, na ocasião, acabou levando Arthur e o volante Anderson.

Gilberto Pereira, que trabalhou muitos anos com Sérgio Malucelli, trabalha hoje no time goiano e isso tem facilitado a negociação entre os clubes.

"Ele não tem mais clima com a torcida para ficar aqui. Qualquer coisa que aconteça em um jogo o torcedor vai critica-lo", afirmou uma pessoa ligada ao clube.

Wéverton bateu boca com alguns torcedores após o jogo-treino da última quinta-feira. No caminho para o vestiário do estádio do Café, o atacante chegou a dizer que não jogaria mais no Londrina.

Rescindindo seu contrato com o LEC, Wéverton ficaria ligado ao Coimbra, clube do Banco BMG, que detém 50% dos direitos econômicos do atleta.

Pelo futebol que o Wéverton vem apresentado nos últimos dois anos, atuar na série B seria mais um presente para ele. Tomara, para o bem dele, que desta vez, ele possa aproveitar.
22/06/2015 - 11:01
  RSS  
O jogo entre Brasil e Londrina, domingo, às 11h, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, terá arbitragem de Evandro Tiago Bender de Santa Catarina. Os auxiliares serão Alex dos Santos (SC) e Marcelo Bertanha Barison (RS).

A partida marca a retomada da série C, após três semanas de paralisação. O jogo vale a liderança do grupo B. O Londrina é o primeiro colocado com 10 pontos e o time gaúcho divide a segunda colocação com o Tupi-MG, com oito.
22/06/2015 - 10:19
  RSS  
O Palmeiras disputou 17 jogos oficiais dentro do Allianz Parque neste ano, mas o estádio já foi palco de mais de 30 partidas, o que ajuda a explicar a péssima condição do gramado.

Exceto pelo jogo da seleção brasileira contra o México, em 7 de junho, todas as outras vezes em que abriu as portas, a casa alviverde foi palco de peladeiros de fim de semana.

E duas destas peladas ajudaram a devastar o campo. Em ambas, a WTorre, construtora do estádio, alugou o gramado por seis longas horas. A primeira foi em 28 de março e a segunda no fim de maio, quando mais de 150 amadores se aventuraram com chuteiras nos pés.

A bola voltou a rolar na noite de sexta-feira, quando um grupo de empresários pagou R$ 2 mil, cada, para jogar por 90 minutos. O evento teve organização do grupo Lide, de João Dória Jr., jornalista e empresário que está no Chile como chefe da delegação do Brasil na Copa América.

O aluguel do estádio para eventos como este custa R$ 150 mil e o valor fica para a WTorre, que repassa apenas 5% ao Palmeiras, em dezembro.

Além de jogos, peladas e shows, o Allianz Parque também vai receber a final do Circuito Brasileiro de "League of Legends", jogo de computador que é febre entre os jovens.

Fonte: Blog do Jorge Nicola
19/06/2015 - 19:07
  RSS  
O atacante Edmar foi a grande novidade no treinamento coletivo desta sexta-feira no Londrina. Foi a primeira vez que o reforço que veio do Maringá treinou coletivamente.

Edmar, que ainda não jogou na série C, se recuperou de uma torção no tornozelo, mas só vinha treinando fisicamente, além de trabalhos específicos.

Edmar deve ficar com opção para o jogo contra o Brasil, dia 28, em Pelotas. Em teoria, Edmar foi contrato para ser titular no ataque do LEC. Em forma e se repetir as atuações de Maringá, o jogador terá lugar garantido no ataque alviceleste.

No coletivo contra o time sub-19, o técnico Claudio Tencati escalou Marcelo, Rhuan, Júlio, Marcondes e Allan Vieira. Bidía, Ítalo e Rafael Gava. Gustavo Xuxa, Vinícius e Edmar. Os titulares fizeram apenas trabalhos físicos.
< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >
Lucio Flávio
 
Formado em Comunicação Social-Jornalismo e Administração-Marketing. Repórter Esportivo da Rádio Paiquerê AM desde 1997. Repórter também da Folha de Londrina. Participou de coberturas esportivas nacionais e internacionais como Copa do Mundo, Olimpíadas e Copa América. Twitter: @Luciobortoti



Sites Sugeridos
 
ARQUIVO
Mês
Ano
PUBLICIDADE