Blog do Lucio Flávio - Lucio Flávio
04/05/2015 - 10:11
  RSS  
O projeto de expansão das franquias de escolinhas oficiais do Londrina segue a todo vapor. Atualmente são 19 em funcionamento e outras 15 já estão acertadas, faltando apenas a assinatura dos contratos.

A diretoria do clube está satisfeita com o crescimento rápido do número de franquias. O trabalho começou a pouco mais de seis meses e é coordenado pelo ex-atacante e treinador, Adalberto de Jesus.

O projeto, baseado em modelos adotados por Santos, Cruzeiro e Coritiba, já conta com escolinhas em Londrina, diversas cidades da região e do Paraná e também do interior de São Paulo. Cada franqueador paga R$ 4,9 mil ao Londrina para poder usar a marca do clube.

Segundo o presidente Felipe Prochet já são quase seis mil garotos treinando e usando a marca oficial do Londrina. O planejamento é que aconteça um torneio em Londrina com todas as franquias e os destaques terão a oportunidade de treinar diretamente no LEC.
04/05/2015 - 09:37
  RSS  
A goleada de 5 a 0 do Atlético decretou o rebaixamento do Nacional de Rolândia para a Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. Pior do que isso foi a briga entre os jogadores do NAC no vestiário da Arena da Baixada, no sábado.

O motivo da confusão após a partida foi que uma parte do elenco criticou um grupo que teria ido para a balada na noite anterior ao jogo. Quem não foi para a noite acusou os baladeiros de serem os responsáveis pela goleada e, consequentemente, pelo rebaixamento.

A queda do NAC é ruim para o futebol do Norte do Paraná, mas a grande realidade é que o clube de Rolândia não consegue se estruturar e a história tem se repetido. Cai um ano, sobe no outro. E em 2015, não foi diferente.
01/05/2015 - 11:41
  RSS  
Confira os gols da vitória do Londrina por 2 a 0 sobre o Foz do Iguaçu no estádio do Café que garantiu o título do Interior ao Tubarão.

O Lec repetiu o título conquistado em 2013, quando bateu na final o Operário.

30/04/2015 - 21:34
  RSS  
O Londrina finalizou de forma positiva e honrosa a sua participação no Paranaense de 2015 ao vencer o Foz do Iguaçu por 2 a 0 e ficar com o título do interior.

Se o torcedor ficou chateado com a eliminação na semifinal para o Coritiba, comemorou muito a conquista na noite desta quinta-feira no estádio do Café, com pouco mais de dois mil torcedores.

E a torcida alviceleste, tão maltratada na última década, não tem do que reclamar. Um título estadual e dois do interior nos últimos três anos.

O Londrina fez um grande primeiro tempo e sufocou o Foz. Destaque para Rone Dias, que fez a sua despedida do alviceleste e foi o melhor em campo. Aos 24 minutos, bateu falta com perfeição. Edson Bastos salvou, a bola bateu na trave e voltou para Weverton abrir o placar.

Como aconteceu em todo o Paranaense, o Lec não manteve o mesmo ritmo na segunda etapa e o jogo caiu demais até porque o Foz mostrou pouca inspiração ofensiva. Aliás, o time do Oeste conseguiu a proeza de levar seis, dos 16 gols que o econômico ataque alviceleste marcou em 17 partidas.

A única coisa que salvou foi o golaço de Hiago no fim da partida e que selou a vitória. Um chutaço de fora da área, que surpreendeu o goleiro do Foz.

Hiago havia feito um outro golaço em Maringá. Pena que foi só isso e o atacante não vai deixar saudades e será mais um a não ficar para a sequência da temporada.

A vitória e o título dão moral para a equipe encarar a série C. Hora de reformular o grupo, liberar quem não conseguiu jogar e trazer reforços pontuais.

A primeira parte do ano, apesar do time não ter empolgado, o saldo foi positivo. Agora vem o desafio mais difícil e o Londrina terá que ser mais forte do que foi até aqui.
30/04/2015 - 11:36
  RSS  
O projeto de expansão da marca Londrina atrelada a outras modalidades já começa a surtir efeitos. O clube tem o seu nome vinculado hoje a sete modalidades. As negociações com outros três esportes estão adiantadas.

O Londrina tem parceria com o Taekwondo, Tênis de Mesa, Futebol de Mesa, Boxe, Bicicross, Rugby e Basquete. Nos próximos dias serão firmados acordos com o Atletismo e o Futsal masculino e feminino.

O presidente Felipe Prochet destaca que o projeto de desenvolvimento de modalidades olímpicas é inspirado no Pinheiros, de São Paulo. O clube paulistano é o melhor exemplo de formação de equipes de diversos esportes no país.

Este projeto é muito positivo para o alviceleste. Além, de divulgar a marca do clube, reforça o trabalho das outras modalidades que podem usar a parceria com o Londrina para alavancar recursos.

Outro ponto importante é que o próprio Londrina pode conseguir recursos junto ao governo federal para o desenvolvimento destas modalidades e também para a construção de estruturas esportivas, como ginásios, piscinas, pistas e tantas outras.

Ouça a entrevista do presidente do Lec.

27/04/2015 - 10:50
  RSS  
A CBF oficializou, com datas e horários, os jogos do primeiro turno do Campeonato Brasileiro da série C. Nas nove primeiras partidas, o Londrina fará sete jogos no domingo e dois no sábado, ambos fora de casa. Todos os confrontos do Lec estão marcados para às 16h.

A estreia será no dia 17 de maio contra a Portuguesa, no estádio do Café, com portões fechados. Na segunda rodada, o Lec joga no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, no sábado dia 23, contra o Guarani.

No dia 31, volta ao Café, também sem a presença da torcida, para receber o Juventude. Ainda cumprindo a punição imposta pelo STJD vai mandar a partida contra a Tombense no Willie Davids, em Maringá, no dia 7 de junho. A competição para por 20 dias em virtude da Copa América.

Na quinta rodada, dia 28, o alviceleste joga contra o Brasil no Rio Grande do Sul. O time gaúcho está providenciando reformas no estádio Bento Freitas, mas por enquanto, a CBF ainda não homologou os jogos do Brasil no seu estádio.

No último jogo da punição, o Londrina enfrenta o Guaratinguetá no Willie Davids, no dia 5 de julho. No domingo seguinte, dia 12, vai até o estádio Centenário jogar contra o Caxias.

Na penúltima rodada faz mais um jogo fora de casa. No sábado, dia 18, enfrenta o Tupi no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora. O torcedor finalmente vai poder ver o Tubarão em ação no Café na última partida do primeiro turno no dia 26 contra o Madureira.

A tabela pode sofrer alguma alteração pontual de horário e dia, dependendo do interesse da Tv, mas a maioria das partidas irá seguir esta composição. Os jogos do returno ainda não foram confirmados pela CBF.
27/04/2015 - 10:08
  RSS  
Sem dinheiro em caixa, o Santos vai oferecer o zagueiro Gustavo Henrique ao Milan para ficar em definitivo com o atacante Robinho. Os detalhes da oferta que o Peixe fará aos italianos estão sendo decididos entre o presidente Modesto Roma Junior com Fernando César, agente do jovem zagueiro, na Vila Belmiro.

Modesto esta semana para a Itália, a fim de segurar o Rei das Pedaladas, que está emprestado pelo Milan até o dia 30 de junho — o contrato do jogador com o time milanês termina uma temporada depois, mas o atacante já foi avisado de que não faz parte dos planos.

"O Milan já havia procurado o Santos para falar do Gustavo Henrique, então, surgiu essa ideia, que pode ser bem bacana", explica Fernando César. "O interesse do Milan é bem antigo. Ele e o Napoli chegaram a fazer propostas no ano passado, antes de o Gustavo se machucar", garante, referindo-se ao rompimento dos ligamentos do joelho direito do atleta.

O Santos detém 55% dos direitos econômicos do beque de 22 anos, cujo contrato acaba em dezembro do ano que vem. Gustavo Henrique tem um dos menores salários do elenco.

Revelado no Santos em 2002, o zagueiro Alex também pode ser envolvido na troca de Gustavo Henrique por Robinho. O problema é que o defensor, reserva no Milan, recebe muito acima do teto salarial do Peixe.

Além de se resolver com o Milan, o Santos ainda precisa quitar a dívida com Robinho, que tem aproximadamente R$ 7 milhões a receber do clube.

Fonte: Blog do Jorge Nicola
25/04/2015 - 22:10
  RSS  
O 1 a 1 entre Londrina e Foz do Iguaçu foi justo pelo que os times produziram na noite deste sábado no vazio estádio do ABC, na fronteira. A decisão fica para quinta-feira no Café e o alviceleste terá o apoio do torcedor para ficar com o título do Interior.

Como aconteceu em todo o Paranaense, o Londrina não conseguiu fazer novamente um jogo inteiro de forma equilibrada. O time foi muito mal no primeiro tempo e mesmo com três atacantes não criou nada.

O gol do meia Geovani logo a dois minutos desestabilizou o alviceleste. Jogando com três volantes, faltou criatividade e se não fosse o sistema defensivo o placar poderia ser maior.

O time voltou com outra postura e mais organizado para a segunda etapa. E foi premiado logo a um minuto quando o zagueiro Silvio, o melhor em campo, empatou.

O Lec até criou algumas situações de gol, mas continua sem ataque, como em todo o campeonato, e não conseguiu a virada. O goleiro Vítor, sempre ele, teve outra vez ótima atuação.

Por se tratar de um jogo fora de casa, o resultado foi bom e as chances de ganhar o título em casa são grandes.

Ganhar ou não este título simbólico tem pouca importância, pelo menos na minha visão. O importante mesmo é tirar proveito para a série C. E mais uma vez ficou comprovado que o Londrina vai precisar de muita gente nova e qualificada do meio campo para frente visando o difícil Campeonato Brasileiro.
24/04/2015 - 10:49
  RSS  
O Londrina já repassou para a CBF a lista de cidades escolhidas pelo clube para pagar a punição de duas partidas longe de Londrina no Campeonato Brasileiro da série C. A preferência da diretoria é pelo Willie Davids em Maringá.

O gestor Sérgio Malucelli não quis revelar quais seriam as opções e nem confirmou o interesse por Maringá. Porém, o Londrina oficializou no início desta semana o pedido da cessão do WD junto a Secretaria Municipal de Esportes de Maringá.

A administração da Cidade Canção não vê problemas em liberar o estádio e só aguarda um posicionamento da procuradoria jurídica do município de como essa cessão seria feita. A tendência é o Lec pagar uma taxa para usar o estádio.

Mesmo Maringá não estando a 100 quilômetros de Londrina, distância mínima exigida pelo STJD, o clube acredita que a CBF vai autorizar os jogos no WD. A decisão por aceitar ou não um estádio é exclusiva da Confederação.

Em virtude das confusões contra o Brasil de Pelotas pela série D, o Lec foi punido em quatro partidas. Os jogos contra Portuguesa, dia 17 de maio, e Juventude, 31, serão disputados no estádio do Café com portões fechados.

Os confrontos contra Tombense, dia 7 de junho, e Guaratinguetá, em 5 de julho, terão que ser jogados fora de Londrina.
23/04/2015 - 18:48
  RSS  
Assim como os jogadores, os árbitros que apitarão a final do Campeonato Paranaense e também a final do Interior ficarão concentrados antes das partidas decisivas.

O objetivo da Federação Paranaense de Futebol é promover o entrosamento entre os seis escalados (árbitro, auxiliares, dois quarto-árbitros e o delegado) e que eles estudem as partidas em uma tentativa de diminuir os erros. O regime de concentração começa às 18h da véspera dos jogos.

A FPF definiu na tarde desta quinta-feira os árbitros para as duas finais. Foz do Iguaçu e Londrina terá no apito Paulo Roberto Alves Júnior, que será auxiliado por Rafael Trombeta e Adair Carlos Mondini.

Já a decisão do Estadual entre Operário e Coritiba terá arbitragem de Adriano Milczvski, que será auxiliado por Bruno Boschilia e Pedro Martinelli.
< 1 | 2 | 3 | 4 | 5 >
Lucio Flávio
 
Formado em Comunicação Social-Jornalismo e Administração-Marketing. Repórter Esportivo da Rádio Paiquerê AM desde 1997. Repórter também da Folha de Londrina. Participou de coberturas esportivas nacionais e internacionais como Copa do Mundo, Olimpíadas e Copa América. Twitter: @Luciobortoti



Sites Sugeridos
 
ARQUIVO
Mês
Ano
PUBLICIDADE