Segunda-feira, 26 de Junho de 2017
06/06/2011 09:55
De olho na moda...

Mulher madura: dicas para não errar na hora de se vestir

Decotes exagerados, roupas justas ou folgadas demais. Embora mulheres com mais de 40 ou 50 anos tenham o vigor que tinham na juventude – às vezes até mais – elas acabam esquecendo que o corpo e os ambientes que frequentam mudaram. Por isso, vestir-se adequadamente é muito mais do que ter roupas de marca e grande variedade de itens no armário, é ter bom senso e elegância.

Todas as mulheres, independentemente da idade, estão sujeitas a errar na hora de se vestir. Podem usar um modelo que não valoriza tanto o corpo ou não estar apropriada para o ambiente e a ocasião, mas aquelas que já passaram da chamada idede da loba devem tomar cuidado extra. "Essas mulheres precisam adequar a moda que se vê nas passarelas e vitrines de lojas à sua realidade e para o ambiente que frequentam. Elas ficam bem de roupas coloridas, justas e até saias curtas, contanto que esteja integrado na idade real que estejam vivendo", explica o consultor de moda e jornalista Xico Gonçalves.

Clássico x moderno


Mulheres maduras precisam saber combinar o clássico com o moderno. "Elas não podem ter estilo moderno ou clássico, mas devem saber combinar os dois, sem abusar. Roupa moderna tem que ser usada em uma cor neutra. Se escolher por uma cor arrojada, o estilo deve ser neutro. Assim, a modernidade é descoberta aos poucos. Saber dosar modernidade com o clássico é elegante. Na dúvida, é melhor esportiva do que sofisticada. Jeans, camisa, sapato baixo, não tem como errar", aconselha Xico.



Reprodução
Reprodução



Com a idade, a pele naturalmente perde o brilho e a elasticidade, o cabelo já não parece tão bom. Seja seu estilo esportivo ou sofisticado, casual ou elegante, estar bem arrumada é essencial. "Depois dos 50, precisamos acrescentar o que temos ao que o mercado oferece. Ter um pouco mais de cuidado, um pouco mais de atenção com a aparência. Nunca sair sem maquiagem ou deixar o cabelo mal pintado", diz o consultor.

Para ajudar essas mulheres a entender onde estão errando na produção, Xico Gonçalves listou 16 dos erros mais comuns que as mulheres cometem ao se vestir e o que fazer para manter a elegância e boa aparência, não importa qual seja o estilo. Veja abaixo:

1. Roupas de Lycra: calça ou blusas de lycra não favorecem o corpo de nenhuma mulher. Além de passar uma impressão de que elas estão indo para a academia, elas destacam cada quilo extra. O tecido está liberado apenas se tiver na composição da roupa. A melhor combinação é uma calça skinny (justa) e casaco de homem (mais solto), que dá equilíbrio ao modelo, além de esconder as formas.

2. Camisas estampadas em tons neutros, tipo brechó: se a estampa não for de boa qualidade, bonita, de primeira linha, o visual fica incompleto. Substituir a estampa por uma cor forte favorece mais e tem mais chance de uso. Estampas de animal e xadrez devem ser discretas.

3. Roupas moderninhas ou clássicas demais: não pode ser nada ao extremo. O ideal é fazer uma combinação dos dois. Moderno com clássico. Camisa moderna e calça clássica. Moderno demais não combina. Clássico demais envelhece.



Reprodução/Montagem
Reprodução/Montagem

A atriz Lilia Cabral é a síntese da elegância e do bom gosto: mescla com perfeição peças clássicas e casuais, e ainda arrasa na escolha das bijus. O cabelo curto, em tom natural e bem cuidado, confere um visual mais jovem



4. Saias mimolet ou mini ousada: a saia mimolet é aquela que tem um comprimento de uns 12 cm abaixo do joelho. Esse comprimento é para pessoas jovens e se souberem usar direito. Saias muito curtas ficam vulgares. Fica deselegante. O comprimento ideal para as mais maduras é de quatro dedos acima do joelho.

5. Meias cor da pele: tire a meia e passe um creme hidratante, para a pele ficar lustrosa. Fios de microfibra modernos disfarçam. Substitua a meia cor de pele por uma transparente ou fumê.

6. Calças jeans ajustadas: a mulher que não faz academia tem bumbum achatado naturalmente. Calças desse estilo ficam feias e achatam o bumbum. Troque por um jeans folgado, mais casual, estilo boyfriend (mais largas), que confere um aspecto de jovialidade.

7. Peso acima do permitido: gordura envelhece. Cinco ou seis quilos acima do peso ideal já muda bastante a aparência. Para manter visual rejuvenescido, mantenha o peso. Além de tudo, é mais saudável.

8. Cabelos muito arrumados: cabelos com laquê ou muita escova envelhecem. Quanto mais descontraído, melhor. Nas festas, nada duro, estilo capacete. Sempre procure pelo estilo que pareça mais natural.



Reprodução
Reprodução

Mais um ponto para os cabelos curtos ou médios. A ex-modelo Luíza Brumet mostra que sabe se adaptar à maturidade ao trocar os fios longos por um corte médio. Repare que a maquiagem é leve, quase natural, ideal para o dia a dia



9. Maquiagem em excesso, principalmente nos olhos: a maquiagem marca mais as linhas, mesmo em quem usa botox. Mesmo mulher mais jovem fica mal se usa muita maquiagem. Opte por uma coisa mais leve. Evite muito pó, blush, lápis, sombra. Usar bronzeadores artificiais dá um ar mais saudável.

10. Bijuterias baratas: se não puder usar complementos de qualidade, elimine-os. A bijuteria barata é grande e o acabamento não é bom. Pode usar bijuterias, se forem delicadas, com brilho. O brinco com brilho favorece quem tem mais idade.

11. Cabelos mal tingidos: o cabelo é a moldura do rosto. Cores e cortes estranhos não ficam bem. Algumas mulheres querem manter os fios longos em cabelos ressecados ou usam tons de tintura.

12. Cores bege, cinza, bordô e lilás: essas cores são consideradas neutras, mas não ficam legais perto do rosto. Bege em quem já é bege não combina.

13. Sapatos e bolsa combinando: combinar estas peças confere um ar de Rainha da Inglaterra, o que não pega bem. Descontração de uma bolsa esportiva garante um ar descontraído à produção. Numa festa, não tem problema. Mas no dia a dia é melhor a descontração.

14. Decotes e cavas mostrando o que deveria ser apenas insinuado: decotes laterais ou mangas curtas exibem o braço, que fica flácido com a idade. Substituir por transparências, apenas insinuar o que se quer mostrar.



15. Cabelos brancos: existem mulheres que ficam charmosas com o cabelo branco, se usarem um corte moderno e ele combinar com seu estilo pessoal. Mas a tendência é envelhecer. Se ela tem ar jovem, fica charmoso.

16. Excesso de produção: todo jovem anda com roupas básicas, mas dão aquele toque de charme. A ideia atual de elegância não é mais combinar tudo, cinto, bolsa, sapato. Menos é mais.

(Fonte: Mais de 50)

Redação Bonde
comentários
Abaixo, usuários do Facebook que interagiram com as notícias no Bonde
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 25/06/2017 23:15
Continue lendo
Veja mais e a capa do canal
Hospedado pela: