Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/PM
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Durante audiência

Casal preso com 631 kg de maconha fica em silêncio

23 jan 2019 às 07:25
Continua depois da publicidade

A juíza Zilda Romero manteve nesta terça-feira (22) a prisão preventiva de Jenifer Azevedo Moreira, 19 anos, e Cristiano José Godói, 31, detidos pela Polícia Militar na semana passada com 631 kg de maconha, encontrada em duas caminhonetes. Os veículos haviam sido roubados e estavam na garagem de uma casa da rua Júlio de Castilho, no jardim Sabará, zona oeste de Londrina. Outro carro, um Honda City, também levado por criminosos, foi localizado no mesmo endereço.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


A decisão saiu durante audiência de custódia. Nela, a magistrada explicou que "há indícios de autoria" não só pelo entorpecente apreendido, mas porque documentos pessoais das vítimas, como cartões bancários, foram achados na mesma residência. Jenifer e Godói preferiram não responder as perguntas feitas por Zilda Romero sobre as circunstâncias da ocorrência.

Continua depois da publicidade


É a primeira que eles são presos. A reportagem aguarda manifestação da defesa da dupla.


Cronologia


Reunindo boletins de ocorrência, foi possível identificar dias, horários e cidades em que as duas Toyota Hilux e o Honda encontradas pela PM foram roubadas. Veja:

Continua depois da publicidade


Primeiro assalto - Telêmaco Borba - 4 de dezembro de 2018

Eram 21h40 quando a Polícia Militar foi chamada para conter um roubo a uma casa na Travessa Lagoa, em Telêmaco Borba. O morador contou que, após ouvir um barulho que vinha do portão, saiu para ver o que estava acontecendo. Ele deparou com um homem moreno e magro trajando roupas escuras. Armado, o ladrão gritava para que a vítima entregasse a chave da Toyota.


Sem tempo sequer para pensar em reagir, o residente, enquanto era abordado, viu mais duas pessoas pulando o muro. Os três assaltantes levaram-o para o interior da casa e, "fazendo fortes pressões psicológicas", amarraram o homem, sua esposa e filha de apenas três anos de idade com fios de internet.


Rendidos, a família só viu os bandidos saírem com duas TVs, um notebook, dois celulares e uma motocicleta. Depois que os criminosos fugiram, eles tiraram as amarras com a ajuda de vizinhos, que ligaram para o 190. Apesar do patrulhamento pela região, ninguém foi preso. O roubo durou 20 minutos.


Segundo assalto - Londrina - 11 de janeiro de 2019

Quase um mês depois, veio o segundo caso. Desta vez, a vítima foi um homem que relata ter sido abordado por dois rapazes morenos, sendo um armado com um revólver, na rua Ângela Munhoz Moreno, no Parque Leblon, a poucos metros da avenida Saul Elkind, zona norte. Tempo do assalto: cinco minutos. A dupla, também não encontrada, levou o Honda City de São Paulo, R$ 500, um registro de uma pistola, uma identidade funcional militar, um Iphone prata e dois cartões de crédito.


O fato foi registrado às 22h35.


Terceiro roubo - Sertanópolis - 12 de janeiro de 2019

No dia seguinte ao assalto do Parque Leblon, uma caminhonete Toyota Hilux foi roubada às 22h39 na avenida Dr. Vacir Gonçalves Pereira, no centro de Sertanópolis. O veículo teria sido levado por dois homens também acusados de roubar uma tabacaria da cidade. Segundo uma das vítimas, que perseguiu a dupla até a chegada da Polícia Militar, os criminosos seguiram para Londrina, mas não foram mais vistos.

Sem os assaltantes, o jeito foi a PM ir até o estabelecimento comercial quantificar o prejuízo. Lá, verificaram que tinham sido roubados três Iphones e uma carteira com CNH, RG, CPF e outros documentos.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade