Pesquisar

Canais

Serviços

- SXC
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Feliz Homem Novo!

31 dez 1969 às 21:33
Continua depois da publicidade

Chega de mordomia! Hora de retomar as atividades, os trabalhos (inclusive o blog, né?!), enfim, acabaram as "férias"!!
E tudo recomeça! Ano novo é assim: festa, comida, bebida, praia, viagem, IPVA, IPTU, matrícula escolar, as despesas com as festas de final de ano, blá, blá, blá, blá, blá, blá...
Início de ano é tempo de fazer novos planos, também. É sempre assim! Dia primeiro de janeiro inúmeras dietas começam, todo mundo promete nem olhar para deliciosas barras de chocolates, as sobremesas e tantas guloseimas!! Ops! Eu disse dia primeiro??!! Dia primeiro, não!! Dia 2!! Afinal, ninguém é de ferro!! Mas temos sempre algo em mente.
Eu mesmo fiz milhões de planos para 2009. Óbvio que parte deles, como todo mundo, não são de hoje que estão para se tornar realidade. Ok, ok! Eu sei! Faltou empenho da minha parte! Reconheço! Mas venhamos e convenhamos: 2008 foi "aquele ano"!! Pelo amor de Deus!! Muitas coisas boas aconteceram ano passado, mas, honestamente, não via a hora do calendário mudar.
Superstição? Não! Esperança, mesmo! Estou confiante neste novo ano. Quero que muita coisa seja diferente. À começar por mim. Talvez seja por isso que Papai Noel nem passou perto de casa. Mas a vida é assim. Como disse São Paulo: "Não faço o bem que quero, mas faço o mal que não quero!". Pior que só conseguimos magoar, chatear, enfim, "pisar na bola" com as pessoas que gostam muito de nós, nos amam. Uma realidade! Me envergonho muito disso. Espero que aqueles que magoei possam me perdoar e acreditar num novo Marcos.
Acredito que o ser humano está em constante mudança. Vive em manutenção! Certa vez estive em Campo Grande, capital sulmatogrossense, o hotel que fiquei hospedado estava passando por reformas e no hall do hotel havia uma placa com os seguintes dizeres: "Desculpe pelos transtornos! Estamos trabalhando para melhor serví-lo". Quem dera eu pudesse andar com uma plaquinha como esta pendurada no pescoço pedindo desculpas pelos transtornos que eu possa causar. Quem dera eu pudesse oferecer muito mais de mim sem ter que causar estes transtornos.
Que em 2009 eu possa fazer muito mais coisas boas voluntariamente que as ruins, involuntárias!
Feliz ano novo!

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade