28/10/20
PUBLICIDADE
Edison  Yamazaki
Edison  Yamazaki
05/07/2013 - 05:06
Imprimir Comunicar erro mais opções
Esperei o jogo final da Copa das Confederações para dar a minha versão sobre as manifestações que ocorreram no Brasil. Esperei porque desconfiava que toda essa baderna fosse somente para chamar a atenção durante os jogos.
Olhando daqui, deste lado do mundo, tudo o que aconteceu foi lamentável. Os noticiários mostravam o quebra-quebra, a truculência por parte do povo e dos policiais, sem dizer da "salada mista" dos ideais.
Não tenho certeza se a manifestação está sendo válida ou não, mas posso afirmar categoricamente de que tudo isso aconteceu na época errada. Isso jamais deveria ter ocorrido durante a Copa das Confederações, que é um evento esportivo e estava programado há muito tempo. A mesma coisa digo sobre a Copa do Mundo e das Olimpíadas com seus gastos exorbitantes. Não havia sequer um brasileiro letrado que não soubesse dos custos dos eventos, da possível roubalheira, do uso do dinheiro público para a construção dos estádios e infra-estrutura. Então, por que toda essa bagunça numa hora dessas? Quiseram aproveitar os holofotes e lavarem as roupas sujas para os estrangeiros verem? O que eles têm com isso? Irão nos ajudar depois do evento?
A impressão que fica é somente de baderna, de gritaria sem causa, sem resultados.
As noticias que chegam aqui no Japão sobre a manifestação são as piores possíveis. Um arranhão na imagem do Brasil, que reúne num mesmo barco a violência, falta de educação e cidadania.
Tenho certeza de que a culpa por toda essa vergonha é do povo que troca seus votos por cestas básicas, galinhas, cabras e porcos. Aí, no reboque vêem os sarneys, renans, collors, lulas, dilmas e outras gentalhas. Que país é esse?
Racionalmente a Copa do Mundo jamais poderia ser realizada no Brasil, por falta de estádios, aeroportos descentes, rede hoteleira de segunda linha, estradas esburacadas, transporte coletivo inexistente e a famosa violência urbana.
Assisti aos jogos e notei a arquibancada de cheia de gente loira, bonitas e saudáveis, ninguém sem camisa e todos com fisionomias de que não passam fome. Essa não é a realidade brasileira, portanto, tem alguma coisa errada.
Na Copa de 2002 realizada em parceria entre o Japão e a Coréia vi de perto os modernos estádios e toda estrutura necessária para a realização dos jogos. A checagem individual dos torcedores com detectores de metais até a segurança interna controlada por câmeras e robôs.
Lógico que gostaria de estar escrevendo que as manifestações foram válidas e que trarão reformas importantes para o Brasil. Mas sabemos todos que isso não é verdade. Amanhã ou no máximo semana que vem tudo já estará esquecido e voltaremos a pensar apenas em futebol, carnaval e cerveja.
No Japão, como não poderia deixar de ser, os brasileiros também fizeram um pequena manifestação em Nagoya (Aichi-ken), província com maior concentração de verde-amarelos. Aproximadamente mil conterrâneos gritaram os slogans de sempre, falaram que unidos jamais serão vencidos e outras bobagens mais. Tudo válido e feito pacificamente, mas e os resultados? Ajudarão em alguma coisa? A corrupção diminuirá? As pessoas aprenderão a votar? Estudarão mais?
Pessoas com boa vontade o mundo está cheio, mas aqueles que efetivamente levam seus projetos à frente e concluem seus objetivos é que são raridades. Esses devem estar trabalhando silenciosamente procurando uma maneira de melhorar o país e a humanidade.
Que venha o pau!

Centra Park - Nagoya
COMENTÁRIOS
alberto
bom dia,realmente voce tem razao, o nosso problema ( Brasil ) sao politicos corruptus, o grande lance e que esse cancer e dificil de ser combatido pois esta entranhado nos nossos politicos, esses mesmos que criam as leis e fazem com que eles nunca sejam punidos, nao sei se sera priciso de uma revolucao para poder prender a cada um deles que estao la por seus crimes, alguns com penas severas e outros mais brandas mais todos eles de alguma forma sao coniventes ou ate mesmo tem suas participacoes, e lamentavel que devido a seu tamanho tenhamos tantas dificuldades de resolver esse problema, mas sei que para melhorar vai piorar muito ainda, sei que as manifestacoes nao podem parar mesmo prejudicando a todos, temos que trocar esses politicos de um a um, e punir cada um novo que entrar exemplarmente para que uma pessoa so se candidade a um cargo politico se ela nao tiver interesses financeiros por traz, e sim uma vontade de fazer a vida do proximo melhor.abracos...
- 11/07/13 11:30:38
Regis
"As noticias que chegam aqui no Japão sobre a manifestação são as piores possíveis. Um arranhão na imagem do Brasil, que reúne num mesmo barco a violência, falta de educação e cidadania." É essa sua preocupação então? Imagem? Ninguém se preocupa com a imagem se não os corruptos, para parecer que está tudo bem e continuarem fazendo o que querem. E é óbvio que as manifestações usaram a Copa das Confederações como alavanca, pois visavam atingir a preocupação do governo, e aparentemente do senhor também, que não é com saúde, educação, segurança, mas com a imagem...
- 05/07/13 17:29:46
COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Edison Yamazaki
 
Paulistano, preferiu contribuir com o esporte desistindo de ser atleta para estudar Educação Física. Foi da convivência com os seus alunos que ele entendeu que toda emoção que viveu dentro das quadras, dos campos, das pistas e das piscinas é muito mais abrangente do que somente vencer ou perder. Descobriu que as relações humanas e as amizades são tão importantes quanto à saúde e o bem estar. Com isso na cabeça foi para o outro lado mundo e hoje vive em Kyoto.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
 
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados