28/10/20
Edison  Yamazaki
Edison  Yamazaki
22/02/2015 - 01:22
Imprimir Comunicar erro mais opes
Saiu na revista "Shuukan Post" uma pesquisa com as mulheres japonesas sobre a virgindade.
Consta que 30% das japonesas com idade por volta dos trinta anos continuam virgens. Elas decidiram investir nas suas carreiras e dizem terem pouco tempo para pensarem em sexo. Vrias delas fizeram mestrado e buscam fazer doutorado no exterior, o que requer muita dedicao. Colocaram a busca pelo conhecimento e pela realizao profissional em primeiro plano, e alegam que relacionamentos amorosos no lhe permitiriam dedicao exclusiva em busca dos seus objetivos profissionais.
Apesar de tanto estudo, e teoricamente muita informao, elas disseram sentir vergonha de dizerem que so virgens ao grupo social que freqentam.
Uma delas criou coragem para tocar no assunto e ao invs de ouvir conselhos ou escndalos, recebeu apoio incondicional das suas amigas.
Outra, ao completar 32 anos, se preparou para ouvir um "ainda no deu para ningum?", e ao invs disso, recebeu elogios por colocar suas aspiraes principais em primeiro lugar.
Segundo o Ministrio da Sade, 40.1% das mulheres entre 20 e 24 anos so virgens, e entre a faixa etria de 34 a 39 anos, 25.5% tambm. J entre os homens com idade em torno de 20 anos, a pesquisa mostrou que 40.6% esto "intactos", o que mostra que ningum por aqui est muito interessado em sexo.
Essa falta de vontade ou estmulo tem causado srios problemas numa sociedade que prioritariamente homognea, com pouqussimos casos onde um dos cnjuges estrangeiro. Sem falar que a baixa natalidade tem feito a populao decrescer ano aps ano.
Interessante que outra pesquisa mostra que as japonesas tm em mdia, suas primeiras experincias sexuais por volta dos 13.4 anos, uma das mais baixas do mundo. O que mostra um descompasso enorme entre aqueles que praticam sexo e os que adiam por outros compromissos mais importantes.
Alguns especialistas dizem que o medo de um envolvimento mais srio pode estar por trs daquelas que adiam o ato sexual, e que a busca por uma carreira profissional slida pode ser apenas uma cortina escondendo a falta de habilidade no trato com pessoas do sexo oposto.
conhecido que os orientais, de um modo geral, possuem alguma dificuldade em falar e mostrar seus sentimentos, o que muitas vezes interpretado como frieza, e pode no ser verdade.
A verdade pode estar na maneira como as crianas so educadas, onde cada grupo sexual "fica na sua" e uma aproximao com algum menino ou menina pode causar o famoso "ijime", pois estariam infringindo uma regra oculta, no escrita e para l de antiquada, do grupo a que pertencem.
De todo modo, homens e mulheres por aqui parecem que esto fugindo dos relacionamentos amorosos e at sociais, em busca ou com a desculpa de sucesso profissional.
O grande problema disso que tudo, no final de tudo, termina num abrao ou aperto de mos, e nenhuma carreira bem sucedida trar o calor de um afago ou de uma palavra de apoio.

Kiroro

COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Edison Yamazaki
 
Paulistano, preferiu contribuir com o esporte desistindo de ser atleta para estudar Educao Fsica. Foi da convivncia com os seus alunos que ele entendeu que toda emoo que viveu dentro das quadras, dos campos, das pistas e das piscinas muito mais abrangente do que somente vencer ou perder. Descobriu que as relaes humanas e as amizades so to importantes quanto sade e o bem estar. Com isso na cabea foi para o outro lado mundo e hoje vive em Kyoto.



ARQUIVO
Ms
Ano
AVISO: Opinies e informaes contidas nos blogs hospedados nesta plataforma so de responsabilidade exclusiva dos autores e no refletem os valores do Portal Bonde.
 
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resoluo mxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados