11/12/19
º/º
PUBLICIDADE
Marden Machado
Marden Machado
11/11/2019 - 00:43
Imprimir Comunicar erro mais opções


Existem filmes marcantes nas carreiras de diretores, roteiristas e atores. Adeus à Inocência, de 1984, é um deles. Marcou a estreia de Steve Kloves, conhecido hoje pelos roteiros dos oitos filmes de Harry Potter. Foi o segundo longa do ator Richard Benjamin, que havia estreado na direção dois anos antes com Um Cara Muito Baratinado. Quanto ao elenco, o trio principal era quase iniciante. Sean Penn, Elizabeth McGovern e Nicolas Cage eram ainda pouco conhecidos. Adeus à Inocência, como o próprio título adianta, trata de um ritual de passagem que se inicia no ano de 1942. Henry (Penn), Nicky (Cage) e Caddie (McGovern) têm a vida alterada para sempre por conta da Segunda Guerra Mundial. Eles nos são apresentados e a partir daí, somos conduzidos pelo período antes do alistamento dos rapazes até o fim do conflito três anos depois. O roteiro desenvolve bem as personagens e isso cria a empatia necessária para nos interessarmos por tudo que está sendo contado. E o diretor, que também é ator, ciente do material que tinha nas mãos e do talento do jovem elenco, não pesa a mão nem carrega nas tintas. Sábia decisão. Realmente não precisava. E isso faz toda a diferença.

ADEUS À INOCÊNCIA (Racing with the Moon – EUA 1984). Direção: Richard Benjamin. Elenco: Sean Penn, Elizabeth McGovern, Nicolas Cage, John Karlen, Rutanya Alda, Max Showalter e Crispin Glover. Duração: 108 minutos. Distribuição: Paramount.
COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Marden Machado
 
Escrevo, todos os dias, sobre um filme, complementando minha participação nos programas Light News (na rádio Transamérica Light FM - 95,1), na rádio CBN Curitiba (90,1 FM), no programa Caldo de Cultura (UFPR TV - canais 15 da NET, 71 da TVA ou via web no http://www.tv.ufpr.br/), e no canal http://www.youtube.com/cinemarden.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE