29/03/20
32º/19ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Marden Machado
Marden Machado
06/02/2020 - 00:46
Imprimir Comunicar erro mais opções


Se você assistiu ao premiado filme Coração Valente, dirigido e estrelado por Mel Gibson em 1995, vai lembrar da personagem de Robert the Bruce. Ele é o herói de Legítimo Rei e pode ser visto como uma continuação dos eventos mostrados no filme de Gibson. Aqui, Robert the Bruce, vivido por Chris Pine, é coroado Rei dos Escoceses e, ao invés de se acomodar na posição "presenteada” pela Inglaterra, decide seguir o legado de William Wallace e lutar pela independência de seu país do jugo britânico. Com direção de David Mackenzie e feito logo após o elogiado A Qualquer Custo, de 2016, o filme teve o roteiro escrito pelo próprio Mackenzie, junto com Bathsheba Doran e James MacInnes. Porém, diferente de seu trabalho anterior, carece de força e personalidade. Apesar das batalhas e do elenco talentoso, a personagem principal não responde à altura. Se destacam a jovem Florence Pugh, que vive Elizabeth Burgh, esposa de Robert, bem como o guerreiro James Douglas, papel de Aaron Taylor-Johnson. A obra foi reduzida em cerca de 20 minutos após sua primeira exibição em festivais. Talvez isso tenha sido bastante prejudicial para o resultado final.

LEGÍTIMO REI (Outlaw King – Inglaterra 2018). Direção: David Mackenzie. Elenco: Chris Pine, Florence Pugh, Aaron Taylor-Johnson, Stephen Dillane, Rebecca Robin, Billy Howle, Sam Spruell, Jonny Phillips e Ben Clifford. Duração: 121 minutos. Distribuição: Netflix.
COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Marden Machado
 
Escrevo, todos os dias, sobre um filme, complementando minha participação nos programas Light News (na rádio Transamérica Light FM - 95,1), na rádio CBN Curitiba (90,1 FM), no programa Caldo de Cultura (UFPR TV - canais 15 da NET, 71 da TVA ou via web no http://www.tv.ufpr.br/), e no canal http://www.youtube.com/cinemarden.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE