Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O MONSTRO DO ÁRTICO

29 nov 2015 às 00:43
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A década de 1950 foi bastante fértil para o cinema de ficção-científica. No clima da guerra fria entre americanos e soviéticos ou por conta da caça aos comunistas promovida pela senador Joseph McCarthy, Hollywood produziu obras preciosas do gênero. Muitas dessas histórias ganharam refilmagens ao longo dos anos seguintes e não foi diferente com O Monstro do Ártico, que teve produção e direção (não creditada) de Howard Hawks. O nome que aparece no crédito é o de Christian Nyby, cujo o único trabalho em cinema é justamente este. Os demais foram todas na televisão. Com roteiro de Charles Lederer, trata-se de uma adaptação do conto Who Goes There, escrito por John W. Campbell Jr. Tudo começa quando uma nave alienígena cai no círculo polar ártico. Um grupo composto por soldados e cientistas se desloca até o local e captura a criatura, que se revela bem violenta. Em enxutos 83 minutos, os diretores não perdem tempo algum e conduzem a narrativa com uma precisão cirúrgica, apoiada em uma montagem extremamente ágil de Roland Gross. O Monstro do Ártico é um marco do cinema da época e influenciou dezenas de filmes, como a série Alien, por exemplo. Duas refilmagens, ambas com o título de O Enigma do Outro Mundo, foram feitas até o momento. Uma em 1982, dirigida pelo americano John Carpenter. E outra em 2011, com direção do holandês Matthijs van Heijningen Jr.

O MONSTRO DO ÁRTICO (The Thing from Another World - EUA 1951). Direção: Christian Nyby e Howard Hawks. Elenco: Margaret Sheridan, Kenneth Tobey, Robert Cornthwaite, Douglas Spencer, James Young e Dewey Martin. Duração: 83 minutos. Distribuição: Versátil.

Cadastre-se em nossa newsletter


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade