10/12/19
º/º
PUBLICIDADE
Marden Machado
Marden Machado
13/11/2019 - 00:36
Imprimir Comunicar erro mais opções


A carreira do cineasta britânico é cheia de altos e baixos. Porém, mesmo quando erra, seu apuro técnico e visual se faz notar. Em 2003 ele vinha dos acertos de Gladiador e Falcão Negro em Perigo, mas, também, do tropeço de Hannibal. Foi nessa fase que ele realizou o interessante Os Vigaristas. Com roteiro de Nicholas e Ted Griffin, adaptado do livro de Eric Garcia, o filme nos apresenta a figura de Roy (Nicolas Cage), um homem que vive de aplicar golpes e sofre de diferentes fobias. Ele trabalha com Frank (Sam Rockwell) e ambos planejam um grande e definitivo golpe. No entanto, surge a jovem Angela (Alison Lohman), que diz ser sua filha. A rotina de Roy, carregada de medos e obsessões, vira de cabeça para baixo. Ridley Scott conduz sua narrativa com precisão cirúrgica. Filmes assim, que abordam a ideia, o planejamento e a execução de um golpe precisam ter ritmo e contar com um elenco à altura. Os Vigaristas tem tudo isso.

OS VIGARISTAS (Matchstick Men – EUA 2003). Direção: Ridley Scott. Elenco: Nicolas Cage, Sam Rockwell, Alison Lohman, Bruce Altman, Bruce McGill, Jenny O’Hara e Steve Eastin. Duração: 116 minutos. Distribuição: Warner.
COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Marden Machado
 
Escrevo, todos os dias, sobre um filme, complementando minha participação nos programas Light News (na rádio Transamérica Light FM - 95,1), na rádio CBN Curitiba (90,1 FM), no programa Caldo de Cultura (UFPR TV - canais 15 da NET, 71 da TVA ou via web no http://www.tv.ufpr.br/), e no canal http://www.youtube.com/cinemarden.



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE