Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade

SOMBRAS

08 mar 2016 às 05:47
Continua depois da publicidade

De uma maneira bem simples, o que seria um filme independente? Qualquer um realizado fora dos grandes estúdios. Ou seja, fora de Hollywood, em se tratando de cinema americano. Ao longo do tempo, esta resposta passou por algumas alterações, uma vez que todos os estúdios montaram estruturas para a produção independente, mais associadas a filmes de baixo orçamento, e, por conta disso, com menor ou nenhuma interferência do estúdio. O ator, diretor e roteirista John Cassavetes é considerado o "pai do cinema independente" feito nos Estados Unidos. Em 1959, ele escreveu e dirigiu seu primeiro longa, Sombras, que é o marco zero desse tipo de produção. A ideia surgiu durante as aulas de atuação que Cassavetes ministrava. A trama gira em torno de um romance interracial que acontece no mundo do Jazz, em Nova York. A palavra que bem resume esta obra é "improvisação". Esta foi a intenção do diretor, que levantou o dinheiro para realizar seu filme junto a amigos e parentes. É curioso perceber que muitas das propostas estético-narrativas de Cassavetes coincidem com o que estava sendo feito na mesma época, e sem conexão alguma, pelos cineastas da Nouvelle Vague francesa. Sombras é um filme urgente, marcante e original. Assim como todo o cinema Cassavetes faria no futuro.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

SOMBRAS (Shadows - EUA 1959). Direção: John Cassavetes. Elenco: Ben Carruthers, Lelia Goldoni, Hugh Hurd, Anthony Ray, Dennis Sallas e Tom Reese. Duração: 81 minutos. Distribuição: Versátil.


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade