Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade

Ao telefone, a tua voz - poema de Gustavo Henao Chica

28 out 2019 às 10:20
Continua depois da publicidade

AO TELEFONE, A TUA VOZ

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Gustavo Henao Chica

Já não é como antes
Tua voz ao telefono.
Já não está atenta
Se demora
E às vezes não chega
E quando chega
Gostaria de ouvir uma voz amorosa
Feliz, complacente.
Já não é como antes
Tua voz ao telefone
É um canto ausente,
Parco,
Desanimado,
Tua voz ao telefone
É uma melodia dolorosamente
formosa.
Já não é a mesma tua voz ao telefone
Não suspira,
Silencia,
Já não é a voz que esperava
Para falar
Não é a palavra que desejava ser ouvida,
É somente a voz
Que ficou em uma fronteira,
Como se um muro
A tivesse detido
Já não é a voz alagada
Que se deleita,
Silaba a silaba
Já não é a voz que se
Saboreia e abunda…


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade