15/12/19
34º/21ºLONDRINA
PUBLICIDADE
Victor Lopes
Victor Lopes
30/09/2019 - 07:40
Imprimir Comunicar erro mais opções
Se no futebol real não está fácil torcer para o Londrina Esporte Clube este ano, nos campos virtuais o clube tem batido um bolão e atraído diversos fãs para arriscar jogadas e marcar gols no novo PES 2020. O game de futebol da Konami lançado recentemente – que tem a tarefa árdua de concorrer anualmente com o FIFA, da EA – este ano atraiu demais o mercado brasileiro por ter apostado no licenciamento dos clubes da Série B do Campeonato Brasileiro. Com isso, a empresa japonesa que já tem força por aqui devido ao capricho com os times da Série A, regionaliza ainda mais sua atuação, focando em times de menor expressividade. Nem só de Barcelona, Real Madrid e Juventus sobrevive o futebol dos videogames.

Com essa aposta, um frisson se apossou dos torcedores do Tubarão. Mais do que isso: gamers que no passado tinham migrado do PES para o FIFA começaram a fazer o caminho inverso para jogar com o Alviceleste. Além disso, impulsionou as vendas do game na cidade desde o lançamento. "Esse ano o game vendeu melhor e os clubes da série B influenciaram bastante nisso. Muitos compraram com esse argumento de jogar com o Londrina. A Konami partiu para esse enfoque na América Latina, fortalecendo o campeonato brasileiro. O torcedor quer ver o time dele no jogo, nem se for pra jogar só uma vez e desencanar”, salienta o proprietário da Koopa Troopa Games, Gabriel Modenuti.

O professor do curso direito da UEL (Universidade Estadual de Londrina), Miguel Belinati Piccirillo, é torcedor do Londrina. De vez em quando, leva o filho Bento, de dois anos, ao estádio para ver o Tuba. Neste ano, não pensou duas vezes em optar pelo PES 2020. "Tenho jogado com o Londrina no game e a emoção foi muito grande. Me lembrei do Playstation 2, quando havia versões piratas para jogar com o Londrina. Agora, com a possibilidade de ver isso (de forma oficial) com os jogadores atualizados é uma experiência muito bacana. O Bento já reconhece o time no game”, ressalta.

Miguel Belinati Piccirillo e o filho Bento: torcedores do Londrina e optaram pelo PES ao invés do FIFA
Miguel Belinati Piccirillo e o filho Bento: torcedores do Londrina e optaram pelo PES ao invés do FIFA


Apesar do time só ter uma estrela e meia no game – bem abaixo das grandes potências do mundo do futebol – Piccirillo relata que a experiência de gameplay é ótima, mesmo com toda a dificuldade de controlar os jogadores, que são tecnicamente mais fracos. Neste caso, o game imita bem o que acontece no campo atualmente. "É difícil jogar, (porque os jogadores) erram passe, erram chute, tem que ficar mais atento do que quando está se jogando com o Barça ou alguma seleção. Mas é uma experiência bem interessante. Jogar com a camisa do Londrina e boa parte dos jogadores me emocionou mesmo, foi bem bacana.”

Já o jornalista Neto Almeida é mais radical em dizer porque escolheu PES 2020: além da imersão positiva gerada pelos times das Séries A e B do Brasileirão, ele também critica o FIFA, game que jogava até o ano passado até fazer a transição para o atual game da Konami. "O FIFA virou um game "pay to win”: você paga, coloca FIFA points e consegue um bom time. No PES, com uma semana e meia jogando já tenho Cavani, Suarez entre outros jogadores no meu time sem colocar um real, o que no FIFA demoraria demais pra conseguir. O PES te recompensa pelo tempo que você se dedica ao game.”



Em relação ao Tuba, Almeida comenta o prazer de jogar com o time na Master Liga, modo de jogo que te permite gerenciar o clube e galgar voos mais altos, como disputar o mundial e até fazer contratações impossíveis na vida real. Neste modo, é possível por exemplo colocar o Romário ou Maradona para treinar o LEC. "Ver o Ronaldinho jogando com camisa do Londrina é algo surreal. O PES hoje é muito mais simulador do que um arcade, o que o FIFA acabou se tornando. O PES é mais construção de jogadas, se aproxima da realidade do futebol e tem menos bugs. Está mais difícil de jogar que o concorrente, o que torna o momento do gol muito mais gratificante.”

Rodrigo Marcondes Pereira, que também trabalha com a venda de games e curte um futebol virtual, também elogiou o game da Konami. "To bem viciado, jogando direto. A jogabilidade está bem divertida e gostei do sistema para adquirir jogadores. Entre meus clientes, muitos que compravam o FIFA ficaram curioso pelo PES.”
COMENTE ESTE POST

 Caracteres restantes : 2000
Victor Lopes
 
Olá pessoal, meu nome é Victor Lopes e neste espaço vamos tratar sobre todas as novidades do mundo dos videogames, uma paixão que me acompanha desde os tempos de infância. Não importa o console ou game, vamos elogiar e criticar sem papas na língua! Bora jogar? Me acompanhe no canal youtube.com/lopesvitao



ARQUIVO
Mês
Ano
AVISO: Opiniões e informações contidas nos blogs hospedados nesta plataforma são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem os valores do Portal Bonde.
PUBLICIDADE