Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Cenários e perspectivas para o setor de TIC é tema de palestra em Londrina

08 fev 2017 às 16:20
Continua depois da publicidade

Cenários e perspectivas para o setor de TIC é tema de palestra em Londrina

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Nesta quinta-feira (9), Diônes Lima, COO da Softex, falará sobre a IOT, que continua "em alta", além da importância dos arranjos institucionais para o crescimento das micro e pequenas empresas do setor

Continua depois da publicidade


Num mundo cada vez mais conectado, a Internet of Things (IOT), cuja tradução, no português literal, é a "Internet das Coisas", é uma das tendências no setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). É fácil perceber como a IOT está presente no nosso cotidiano. Basta fazer um rápido exercício: lembrar dos objetos que usamos para se conectar à internet (Smartphone, tablet, notebook, desktop), e de outros equipamentos (aparelhos de televisão e câmeras de segurança, por exemplo) que se conectam à internet para realizar atividades específicas, como assistir ao Netflix. É essa conectividade, entre os dispositivos, que melhor define o que é a IOT. O termo descreve um cenário em que numerosos objetos do seu dia a dia estarão conectados à internet e se comunicando mutuamente.


Talvez, por enquanto, as pessoas ainda não tenham muito interesse em ter uma casa amplamente conectada. Sob esse ponto de vista, a Internet das Coisas pode não parecer lá muito relevante. Mas é um erro pensar que o conceito serve apenas para o lar: há aplicações não ligadas ao ambiente doméstico em que o conceito pode trazer ganho de produtividade ou diminuir custos, só para dar alguns exemplos.


Esse é um dos assuntos que será abordado na próxima edição do Cafetec, no dia 9 de fevereiro. Na ocasião, Diônes Lima, COO da Softex, vai comandar um "bate-papo" com empresários do setor de TIC sobre "Arranjos Institucionais do setor de TIC: Cenários e Perspectivas". Na ocasião, o executivo vai falar da política nacional em termos específicos para TIC, como o Programa Global de IOT. "Vamos apresentar as estratégias que estão vindo aí. A IOT continua em alta", afirma Lima.

Continua depois da publicidade


Além desse assunto, o encontro vai debater o aumento de investimentos de empresas de TIC em inovação no Brasil. "Num momento em que nos encontramos, de crise econômica, o setor de TIC se tornou indispensável, uma vez que o setor pode substituir mão-de-obra e trabalhar na automatização de sistemas", diz Diônes Lima.


Fabrício Bianchi, consultor do Sebrae/PR em Londrina, enfatiza que, como o setor de TIC é transversal, o momento econômico atual exige uma postura das empresas fortemente ligada à ganho de competitividade, o que acaba trazendo oportunidades para os empresários do setor de TIC. "Em momentos de crise econômica, a exigência por mais controle, racionalização de custos e aumento de produtividade é maior. E o uso de tecnologias é uma forma altamente eficiente para melhorar a performance do negócio, de tonar as empresas mais competitivas", avalia.


Parcerias


Diônes Lima destaca que o Brasil está em 7º lugar no ranking dos países que mais utilizam softwares. Grande parte das indústrias de TIC se enquadram na categoria de micro e pequenas empresas, que possuem mais condições de inovar, por não "esbarrarem" em tantas burocracias. Nesse contexto, os arranjos institucionais são essenciais, porque atuam como "propulsores" de crescimento para as micro e pequenas empresas e oferecem condições para que elas exportem seus produtos, por exemplo. "Vamos abordar a importância dos arranjos institucionais, que são as "parcerias" entre as entidades", relata.


De olho nessa realidade, o Sebrae/PR possui um projeto voltado ao setor de TIC, que tem como objetivo promover o desenvolvimento sustentável do setor, trazendo conhecimentos e informações relevantes para que os empreendedores possam "alavancar" seus negócios. "A própria parceria com o Instituto Senai de Tecnologia (IST), que é um agente Softex, vai permitir aos participantes do projeto o acesso às informações que serão apresentadas durante o Cafetec. Será uma grande oportunidade para os empreendedores", relata.


Serviço


O Cafetec será na sede do Sebrae/PR em Londrina, que fica na Avenida Santos Dumont, nº 1.335, das 8 às 10 horas. A inscrição é gratuita e as presenças devem ser confirmadas pelo telefone (43) 3373-8012.


Sobre o Sebrae/PR


O Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é, para quem já é ou quer ser empresário, a melhor opção para obter informação e conhecimento. Criado na década de 1970, o Sebrae é a instituição que mais entende de pequenos negócios, no campo e na cidade, e possui a maior rede de atendimento do País. No Paraná, conta com 6 regionais e 13 escritórios. A instituição chega aos 399 municípios por meio de Pontos de Atendimento, Salas do Empreendedor e parceiros locais, como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, orientações, capacitações, treinamentos, projetos e programas, soluções com foco em ambiente de negócios; educação empreendedora; empreendedorismo e gestão; empresas de alto potencial e potencialização; liderança; e startups.

Informações para a imprensa:
Assessoria de Imprensa Sebrae/PR - Regional Norte: Giovana Chiquim
(43) 999135-3040/ (43) 98808-2598/ (43) 3344-3403 [email protected]
Coordenação Savannah: Jaqueline Gluck (41) 3035-5669 | 9602-7541
Adriano Oltramari – Jornalista do Sebrae/PR – (41) 3330-5895


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade