Pesquisar

Canais

Serviços

- Isaac Fontana/Folhapress
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Neste domingo

Santuário de Nossa Senhora Aparecida fez tradicional bênção dos carros

Walkiria Vieira - Grupo FOLHA
10 out 2021 às 20:37
Continua depois da publicidade

A tradição moveu centenas de famílias ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida do Norte do Paraná, na Vila Nova, em Londrina, pela vontade de ter seu veículo abençoado. Motoristas de aplicativo, cliclistas, caminhoneiros, motociclistas, carros de passeio e guinchos fizeram da rua Grajaú o destino para um momento de consagração: a bênção e proteção de seu transporte. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Por meio de um gesto simbólico, que é o lançamento da água benta na direção dos veículos, as pessoas se mostraram emocionadas e agradecidas pela oportunidade. De acordo com o diácono Rosiel Martins, embora a ação exija jogo rápido, as pessoas manifestam gratidão com sorrisos, acenam, sorriem se mostram emocionadas. "A emoção literalmente transborda pelas janelas dos carros abertas e para atendermos a todos ficamos em dois diáconos e um padre e fazemos revezamento", explica Martins. 

Continua depois da publicidade

Realizada em anos anteriores no dia 12 de outubro, data em que se comemora o Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil,  a benção dos veículos foi antecipada para o dia 10, domingo, para respeitar as regras de não aglomeração, distanciamento e segurança, que são protocolos enquanto a pandemia perdura. 


A bênção dos veículos teve um "plus" neste ano com uma carreta iniciada às 9 horas da manhã - a  saída da paróquia de mesmo nome, no km 9, na saída para Curitiba, na  Av. Guilherme de Almeida, Parque das Industrias. “A bênção dos carros é uma programação tradicional, que tivemos de adaptar no ano passado por causa da pandemia.

Continua depois da publicidade


Antes, não havia a carreata. Mas, também, abriu-nos a possibilidade de podermos engajar outras paróquias nesse momento dedicado a Nossa Senhora Aparecida”, afirma o padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do santuário. O percurso foi  definido com a equipe operacional do local, junto com as autoridades de trânsito em Londrina e a Catedral de Londrina foi um dos pontos por onde passou o grupo. 


Durante todo o percurso, Padre Ademar Lorrenzzetti esteve no alto do carro de som celebrando o evento com muita energia e fé. "Cada ano é uma emoção diferente e vemos pelos olhares das pessoas a devoção por Nossa Senhora Aparecida. É como se olhassem para ela e pedissem proteção à mãe.

Continue lendo