Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Ponto facultativo

Dias de Carnaval representam folga para uns, mas dia útil para outros

Walkiria Vieira - Grupo Folha
12 fev 2024 às 10:00
- Divulgação
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Popularmente ou pelos costumes, Carnaval é sinônimo de feriado em diversos setores da economia. E, na prática, muitos trabalhadores brasileiros ficam atentos ao calendário desde os primeiros dias do ano e programam o período para não trabalhar. 


Viajar, ficar em casa para descansar ou receber visitas ou variar a rotina, fica a critério de quem tem a folga. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Do sábado de Carnaval até a terça-feira a pausa do trabalho é sagrada para muitos e a a rotina só começa a entrar nos trilhos lá pela Quarta-Feira de Cinzas, após o meio dia, como manda a tradição.

Leia mais:

Imagem de destaque
363 yanomamis morreram

Um ano foi insuficiente para lidar com toda situação em terra yanomami, diz Guajajara

Imagem de destaque
Redução na taxa

Desmatamento na Amazônia cai 60% em janeiro deste ano

Imagem de destaque
Após cirurgia

Morre, aos 84 anos, o economista Affonso Celso Pastore, que presidiu o BC nos anos 1980

Imagem de destaque
Estrategia de marketing

Procon-SP pede explicações do McDonalds por sumiço do McFish


Entretanto, Carnaval é considerado ponto facultativo em vários municípios, inclusive em Londrina, mas a situação pode variar de acordo com cada cidade. Para os trabalhadores, quando a data for de feriado, sua dispensa é obrigatória, segundo o Art. 8° da Lei n.º 605/491. 

Publicidade


Mas entra ano, sai ano, muitas pessoas têm dúvidas se os dias de folia são considerados feriado e quais são os direitos previstos. O fato é nem todo trabalhador pode “se dar ao luxo” de não precisar cumprir expediente e deve bater seu cartão na empresa. 


E aí é que vem a dúvida: se vou trabalhar no carnaval, serei recompensado com um valor adicional?

Publicidade


Apesar de todos os calendários apontarem a terça-feira como um feriado, a data não é oficialmente um, como explica o advogado trabalhista Alexandre Rocha, da Rocha Gibran Advogados, associada à AHK Paraná. 


“O carnaval no Brasil é uma praxe adotada há muitos anos, embora não exista no calendário oficial o feriado de carnaval. Na maior parte do país não é uma realidade, nem municipal, nem estadual”, diz.

Publicidade


Segundo o especialista em direito trabalhista, as empresas podem exigir o trabalho do empregado normalmente. 


“O empregado CLT pode ter folgas concedidas pela empresa por liberalidade. O que vemos de forma mais comum em empresas maiores é haver a compensação dos dias. Muitas vezes, os empregados trabalham em outro feriado, para folgar eventualmente na segunda, ou trabalham horas a mais durante esse mês, para compensar segunda e terça-feira. Ou, ainda, jogam as horas para um banco de horas”, sugere Rocha.

Publicidade


ACORDO E FALTA JUSTIFICADA


Aquele empregado, no entanto, que faltar sem que a decisão faça parte de um acordo com o empregador, de fato terá descontado os dias e a ausência será considerada falta injustificada, conforme o advogado trabalhista. “Ele perde o dia de trabalho e perde o repouso semanal remunerado daquela semana respectiva”, destaca.


Além disso, aponta Rocha, o funcionário pode receber uma penalidade. “O empregador pode dar uma advertência, uma suspensão. Inclusive, porque esta falta pode gerar problemas para a empresa, dependendo da função desempenhada por este empregado, muitas vezes com consequências mais graves”, ressalta.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Carnaval: folga para uns, dia útil para outros
A data não é feriado nacional e concessão de descanso depende de negociação entre empresa e trabalhador; em Londrina, é ponto facultativo
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade