Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Voo 447

Marinha resgata mais 3 corpos, são 44 no total

Agência Estado
11 jun 2009 às 19:47
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Comando da Marinha e o Comando da Aeronáutica informaram há pouco que mais três corpos foram resgatados nas últimas horas nas operações de buscas de possíveis vítimas e destroços do voo 447 da Air France. Portanto, o total de corpos encontrados até agora chega a 44. Esses três últimos corpos, resgatados na área de Dacar, no Senegal, estão a bordo da Fragata Constituição, da Marinha do Brasil.

Na manhã de hoje, foi concluída a transferência dos 25 corpos que estavam na Fragata Bosísio, para Fernando de Noronha, onde passam por perícias preliminares. Os corpos serão transportados para Recife em duas etapas, conforme o andamento dos trabalhos periciais. A primeira etapa deverá ser concluída na manhã deste sábado, 13 de junho.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Na oportunidade da transferência dos corpos, o helicóptero H-60 Blackhawk, da Força Aérea Brasileira, transportou 15 militares do Destacamento Aéreo Embarcado (DAE), da Marinha do Brasil, para a Fragata Bosísio, que passará a operar com um Helicóptero AH-11A Lynx, na área de buscas.

Leia mais:

Imagem de destaque
Dentro de um túnel

Exército de Israel recupera corpo de brasileiro sequestrado pelo Hamas

Imagem de destaque
Vôlei

Bernardinho volta manso à seleção e espera por gatilho nas Olimpíadas de Paris

Imagem de destaque
Até 2023

IBGE mostra que 27,4% da população brasileira de 5 anos ou mais teve Covid

Imagem de destaque
Preocupante

5,7 milhões de crianças e jovens não foram vacinados contra Covid até início de 2023, diz IBGE


Por solicitação da Marinha Francesa, o Blackhawk também levou dois psicólogos franceses para a Fragata Bosísio, a fim de que sejam transportados para a Fragata Ventose.

Publicidade


O efetivo atual da Marinha na operação chega a 585 militares. A FAB permanece com 255. Os meios empregados, assim como a conduta adotada para as Operações de Busca, permanecem sem alteração em relação às informações prestadas anteriormente.


Segundo o tenente brigadeiro Ramon Cardoso, assessor de comunicação da Aeronáutica, o deslocamento da corrente marítima para a área mais a Noroeste facilitará as buscas, pois essa corrente caminha na direção onde há melhores condições de visibilidade para as aeronaves.

A aeronave da Air France desapareceu no Oceano Atlântico com 228 pessoas a bordo durante o trajeto Rio de Janeiro-Paris.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade