Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Danos morais

STJ fixa indenização da Band a Silvio Santos em R$ 300 mil por palavrão no Pânico

José Marques - Folhapress
17 mai 2024 às 08:50
- Reprodução SBT
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Quarta Turma do STJ, o Superior Tribunal de Justiça, fixou nesta quinta-feira (16) em R$ 300 mil a indenização por danos morais que a Band foi condenada a pagar a Silvio Santos devido à inclusão de um palavrão numa dublagem durante a fala do apresentador. Ainda cabe recurso.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Leia mais:

Imagem de destaque
Mais de 2 milhões afetados

Número de mortes pelas chuvas no Rio Grande do Sul sobe para 178; 34 desaparecidos

Imagem de destaque
Apostas até as 19h

Mega-Sena sorteia prêmio acumulado em R$ 93 milhões nesta terça

Imagem de destaque
11 profissionais afastados

Guardas que atuam na cracolândia tiveram sarna, tuberculose e outras doenças, diz sindicato

Imagem de destaque
Primeiro brasileiro no posto

Delegado brasileiro ganha eleição para comandar Interpol

O tribunal julgou recursos tanto da Band quanto do próprio Silvio sobre decisão de 2013 do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Publicidade


À época, o TJ-SP decidiu que o programa Pânico na Band podia exibir imitação do apresentador Silvio Santos, mas definiu uma multa de R$ 200 mil pelo truque de edição.


Silvio Santos recorreu porque pedia que fosse reconhecida também que houve danos materiais por suposto uso com finalidade econômica da sua imagem. Já a emissora dizia que a indenização correspondia ao direito de paródia reconhecido pela Lei de Direitos Autorais.

Publicidade


A decisão do STJ, na prática, reduz a indenização porque considera valores atuais. Caso fosse mantida a condenação de 2013, o valor seria maior devido à correção monetária.


O episódio que gerou a multa ocorreu em junho de 2012, e motivou um pedido do dono do SBT em vetar que Wellington Muniz, o Ceará, o imitasse no humorístico.

Publicidade


Desde aquela época, o Pânico e o SBT travam batalha judicial em torno do episódio. O Pânico chegou, inclusive, a exibir um enterro simbólico do personagem de Ceará.


Em fevereiro de 2013, uma decisão provisória do TJ-SP chegou a proibir integrantes do programa de se aproximarem de Silvio Santos em um raio de 100 metros, "abstendo-se ainda da sua perseguição, do cerco e do constrangimento à participação em seus programas".


"Além do impedimento da captação, utilização e exibição de suas imagens e características pessoais, inclusive por meio de imitações e caricaturas, principalmente no que envolva a sua exploração não autorizada, sob pena de multa diária de cem mil reais", decidiu o tribunal, à época.


A decisão do STJ foi tomada pelos ministros João Otávio de Noronha, Antônio Carlos Ferreira e Isabel Gallotti. O ministro Raul Araújo votou por reduzir ainda mais a indenização à Band, mas foi derrotado.


Imagem
Paulo Soares, o Amigão, se emociona ao falar sobre Antero Greco
O apresentador Paulo Soares, mais conhecido como Amigão, lamentou a morte de Antero Grecco, durante o Sportcenter. O apresentador entrou ao vivo por telefone, se emocionou ao relembrar do amigo e afirmou que tinha esperança de ter ele por mais tempo.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade