27/10/20
PUBLICIDADE
Paralisação nos Correios

Adesão à greve aumenta e entregas podem atrasar em Londrina, diz sindicato

Gustavo Carneiro/Arquivo Folha
Gustavo Carneiro/Arquivo Folha


A adesão dos funcionários dos Correios de Londrina à greve da categoria chegou a 80%, segundo o Sintcom (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Comunicações Postais, Telegráficas e Similares do Paraná).


De acordo com o diretor regional da entidade, Cristian Pires, houve aumento na paralisação, que chegou a 90% entre os servidores que atuam nas atividades operacionais da estatal. Já o atendimento nas agências teve redução de 50% devido à greve, afirma. "Com poucas pessoas, os funcionários conseguem trabalhar [nas agencias], mas deve começar a haver atrasos nas entregas", alerta.

Ainda segundo o líder sindical em Londrina, apenas o setor de encomendas ainda está operando. Já a divisão de cartas está praticamente parada.

LEIA MAIS:
Sem acordo com empresa, funcionários dos Correios de Londrina prometem aderir a greve

Os servidores dos Correios entraram em greve para reivindicar a manutenção do ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) firmado em 2019, com validade por dois anos. No início da pandemia, os Correios recorreram ao STF (Supremo Tribunal Federal) para reduzir a validade para apenas um ano - assim, o acordo perderia a vigência em agosto.

O pedido foi atendido por meio de liminar e, nesta semana, a Côrte julga o mérito da ação. O mesmo ACT foi homologado pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho).

Segundo Pires, como o julgamento não terminou e a empresa não desistiu da ação, os funcionários não desistiram da greve. Ele diz que, nesta quinta (20), deve percorrer cidades da região para angariar reforços à paralisação.

A assessoria de imprensa dos Correios no Paraná não informou qual a adesão dos funcionários à paralisação - apenas respondeu que, na manhã de terça-feira (18), "83% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente".

Também reiterou que a empresa "colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas".

A nota ainda afirma que "a rede de atendimento dos Correios está aberta em todo o país e os serviços, inclusive SEDEX e PAC, continuam sendo postados e entregues em todos os municípios".
Luís Fernando Wiltemburg - Grupo Folha
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Colisão frontal

Grave acidente mata mulher grávida de gêmeos na PR-445

26 OUT 2020 às 18h57
Motorista não prestou socorro

Carro é atingido por caminhão, capota e bate em poste na BR-369 em Londrina

26 OUT 2020 às 17h39
Sem ciclovia

Com promessa de desafogar trânsito, prefeitura entrega terceira faixa da Ayrton Senna

26 OUT 2020 às 16h36
Em estado líquido

Nasa anuncia descoberta de água na superfície iluminada da Lua

26 OUT 2020 às 16h35
Coronavírus

Vacinação 'não é uma questão de Justiça', mas de saúde, afirma Bolsonaro

26 OUT 2020 às 16h22
Benefício

Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial

26 OUT 2020 às 14h18
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados