Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Saiba mais

Agências do INSS começam a receber atestado para pedido de auxílio-doença

Cristiane Gercina e Patrick Fuentes - Folhapress
23 out 2023 às 11:38
- Tomaz Silva/Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

As agências do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) passam a receber, a partir desta segunda-feira (23), atestado médico para pedido de auxílio-doença por meio do serviço Atestmed, sem que haja necessidade de agendamento prévio.


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

A medida está na portaria 1.173, publicada em edição extra do Diário Oficial da União de sexta-feira (20), e é temporária. O objetivo é diminuir a fila de perícias médicas do instituto, com cerca de 640 mil segurados em setembro, segundo dados do Portal da Transparência Previdenciária.

Leia mais:

Imagem de destaque
Mais de 1.600 vagas em Londrina

Agências do Trabalhador têm 17,7 mil vagas disponíveis em todo o Paraná

Imagem de destaque
R$ 4 bilhões disponíveis

Abono do PIS/Pasep para nascidos em março e abril é liberado nesta segunda-feira

Imagem de destaque
Negociação de débitos municipais

Com previsão de arrecadar R$ 44 milhões, Profis deve começar em maio em Londrina

Imagem de destaque
Saiba mais

Mutirão da Febraban para negociar dívidas termina nesta segunda; saiba como participar


Para ser atendido, o segurado precisa estar com a documentação correta. Os documentos necessários são os de identificação pessoal, além de atestado, laudo ou relatório médico ou odontológico. O serviço será realizado por meio do protocolo de requerimento.

Publicidade


O ATESTADO PRECISA TER:


Publicidade

Nome completo

Data de emissão

Publicidade

Diagnóstico por extenso ou código da CID (Classificação Internacional de Doenças)

Assinatura do profissional, que pode ser eletrônica e deve respeitar as regas vigentes

Publicidade

Identificação do médico, com nome e registro no conselho de classe (Conselho Regional de Medicina ou Conselho Regional de Odontologia), no Ministério da Saúde (Registro do Ministério da Saúde), ou carimbo

Data de início do repouso ou de afastamento das atividades habituais

Publicidade

Prazo necessário para a recuperação, de preferência em dias (essa data pode ser uma estimativa)


O servidor ou funcionário da agência que fizer o atendimento vai fazer uma cópia dos documento e registrar o pedido de auxílio-doença pelo aplicativo ou site Meu INSS, sem que seja necessário agendar perícia médica. O segurado receberá o protocolo de seu atendimento.

Publicidade


A previsão é que, após análise documental, o auxílio seja concedido em até 15 dias. Se for necessário, uma perícia será agendada.


O agendamento de exame médico também será feito em caso o pedido de auxílio seja por acidente de trabalho ou doença ocupacional.


Quem não levar todos os documentos ou levar alguma documentação com erro será orientado a voltar para casa e procurar a agência da Previdência em outro dia, com a documentação correta em mãos.


ACESSO SIMPLIFICADO


Além da possibilidade de pedir o auxílio-doença diretamente na agência da Previdência sem necessidade de agendamento, a solicitação de auxílio pelo Meu INSS também foi simplificada.


Desde a semana passada não é mais necessário ter senha do portal Gov.br para acessar o aplicativo ou site e fazer este tipo de pedido. Para os demais serviços, o cadastro no Gov.br ainda é necessário.


No Meu INSS, o segurado poderá fazer a solicitação do auxílio informando nome, CPF (Cadastro de Pessoa Física) e data de nascimento. Para isso, na página inicial, basta clicar em "Pedir Benefício por Incapacidade".


Também é possível para os segurados com exame presencial agendado anteciparem a análise pelo Atestmed. Para isso, devem entrar no site e enviar o atestado e os documentos.


Em nota, a Previdência afirma que as medidas para a liberação do auxílio-doença a distância, sem precisar de exame pericial, levaram à redução inicial de 5,7% na fila em agosto, mas diz que "ainda é cedo para análise de resultados mais completos".


As mudanças na liberação do auxílio por meio do Atestmed tem desagradado os peritos médicos, representados pela ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos). Para eles, a medida vai contra a ética médica e o número de fraudes pode subir.


A Previdência discorda. "A análise documental realizada por ocasião do Atestmed consiste na realização de uma conformação de dados entre o requerimento apresentado e as condições estabelecidas no ato regulamentar da medida, sem nem ser ato médico propriamente dito", diz a Previdência.


REGRAS PARA PEDIR O AUXÍLIO-DOENÇA


Ter qualidade de segurado

Ter no mínimo de 12 contribuições previdenciárias realizadas antes do mês do afastamento (essa regra não vale para acidente de trabalho e doença grave)

Atestado médico que comprove a necessidade de afastamento do trabalho por mais de 15 dias

No caso de doenças graves ou acidentes não é exigida carência, mas é preciso que o trabalhador tenha qualidade de segurado


COMO FAZER O PEDIDO DE AUXÍLIO-DOENÇA A DISTÂNCIA


Acesse o aplicativo ou site Meu INSS

Informe o CPF e, depois, a senha do Portal Gov.br, caso tenha

Clique em "Pedir benefício por incapacidade"

Quem não tem senha Gov.br deve clicar em "Pedir benefício por incapacidade" e informar nome, CPF e data de nascimento

Se a perícia já estiver agendada, os agendamentos vão aparecer na próxima página

Clique em "Novo requerimento" tanto para quem está fazendo um novo pedido quanto para os que já têm perícia médica agendada

Vá em "Benefício por incapacidade (Auxílio-doença)" e, depois, em "Ciente"

Leia as informações na tela e clique em "Avançar"

Na próxima página, informe os dados pessoais, como CPF, número de telefone, endereço e email

Escolha "Sim" para acompanhar o número do processo por aplicativo, email ou Central Telefônica 135

Indique se é autônomo ou empregado de empresa privada (neste caso, é preciso informar a data do último dia de trabalho e o CNPJ da empresa)

Role a página para baixo e clique no sinal de mais

Inclua seus documentos, como o atestado e os laudos médicos, além dos documentos pessoais

A cada inclusão, clique em "Anexar", depois, em "Avançar"

Em seguida, indique o CEP da residência para que se possa ser escolhida a agência do INSS mais próxima de sua casa

Confira as informações que aparecem na tela, clique em "Declaro que li e concordo com as informações acima" e vá novamente em "Avançar"

O pedido será feito; anote o número do protocolo e faça o acompanhamento pela internet ou por telefone


Imagem
Concurso nacional unificado: número de vagas vai a 6.640
O Concurso Nacional Unificado, coordenado pelo MGI (Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos), vai ter, no total, 6.640 vagas
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade