Pesquisar

Canais

Serviços

- Gustavo Carneiro/Grupo FOLHA
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Resultados desfavoráveis

Comércio paranaense cresce, mas tem um dos piores desempenhos entre estados brasileiros

Bruno Souza - Estagiário*
11 fev 2022 às 15:10
Continua depois da publicidade

O Comércio do Paraná apresentou um crescimento de 1,8% em 2021 em comparação com o ano de 2020, mas o desempenho é um dos piores do ranking nacional, sendo superado por outros 23 estados brasileiros e ficando abaixo da média de crescimento do país (4,5%).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


De acordo com o IBGE (Índice Brasileiro de Geografia e Estatística), que divulgou a pesquisa, a porcentagem reflete o aumento do volume de vendas em diversos setores, incluindo o de veículos e o de construção civil.

Continua depois da publicidade


Nos Indicadores do Volume de Vendas do Comércio Varejista Ampliado (que conta com a construção civil e a venda de automóveis), o Paraná teve crescimento maior apenas que São Paulo (1,7%); Amazonas (-0,5%); e o Distrito Federal, que registrou o pior índice do país, com decrescimento de 2,2%.


Já nos Indicadores do Volume de Vendas do Comércio Varejista (que conta somente com setores de vendas de eletrodomésticos, uso pessoal, livros, utensílios domésticos, entre outros) o estado apresenta decréscimo de 0,4% nas vendas comparadas com 2020, mas sobe no ranking nacional, colocando-se como o 14º melhor resultado do país.


Veja abaixo as tabelas dos Indicadores.

Continua depois da publicidade


Indicadores do Volume de Vendas do Comércio Varejista (que exclui a construção civil e o setor de venda de veículos) - Porcentagem de crescimento no comércio por estado brasileiro:


1. Piauí  9,8%

2. Amapá  8,5%

3. Rondônia 7,1%

4. Pará  7,0%

5. Espírito Santo 6,8%

6. Roraima  6,2%

7. Mato Grosso do Sul  5,6%

8. Acre  3,3%

9. Minas Gerais  3,1%

10. Rio Grande do Sul  2,9%

11. São Paulo  2,3%
12. Santa Catarina 1,5%

13. Pernambuco  1,3%

14. Paraná -0,4%

15. Goiás -0,5%

16. Rio de Janeiro  -0,5%

17. Mato Grosso  -0,6%

18. Bahia -0,6%

19. Alagoas  -1,0%

20. Rio Grande do Norte -1,0%

21. Amazonas -1,3%

22. Maranhão -1,9%

23. Ceará  -3,3%

24. Sergipe  -3,8%

25. Paraíba  -4,0%

26. Distrito Federal -5,0%

27. Tocantins -7,4%

 

Indicadores do Volume de Vendas do Comércio Varejista Ampliado (com os setores de construção civil e venda de veículos adicionados) - Porcentagem de crescimento no comércio por estado brasileiro:


1. Pernambuco  17,9%

2. Espírito Santo 13,6%

3. Piauí 12,5%

4. Mato Grosso do Sul  11,5%

5. Rondônia 11,1%

6. Roraima 10,7%

7. Goiás 10,1%

8. Pará 9,4%

9. Santa Catarina  8,6%

10. Bahia 7,3%

11. Ceará  7,1%

12. Amapá 7,0%

13. Mato Grosso 6,4%

14. Sergipe  6,1%

15. Minas Gerais  5,4%

16. Alagoas  4,4%

17. Acre 4,3%

18. Rio Grande do Sul 4,0%

19. Tocantins  3,5%

20. Rio de Janeiro  2,3%

21. Rio Grande do Norte 2,3%

22. Maranhão  2,2%

23. Paraíba 2,0%

24. Paraná 1,8%

25. São Paulo 1,7%

26. Amazonas  -0,5%

27. Distrito Federal  -2,2%


*Sob supervisão de Fernanda Circhia

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade