Pesquisar

Canais

Serviços

- José Cruz/Agência Brasil
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Entenda

Mercado financeiro eleva pela 15ª vez projeção da inflação em 2022

Redação Bonde com Agência Brasil
26 abr 2022 às 11:22
Continua depois da publicidade

Pela 15ª semana seguida, o mercado financeiro elevou a previsão de inflação de 2022. Segundo projeção do Boletim Focus, divulgada nesta terça-feira (26) pelo Banco Central, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) deve fechar o ano com alta de 7,65%. Uma semana atrás, essa projeção estava em 7,46%, e há quatro semanas, em 6,86%. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


O Boletim Focus engloba a estimativa de cerca de 100 instituições do mercado para os principais indicadores econômicos do Brasil. É um índice publicado semanalmente. Para 2023, o mercado ainda mantém a expectativa de alta da inflação. A projeção da variação do IPCA passou dos 3,91% projetados há uma semana para 4%, de acordo com o boletim desta terça publicado pela autoridade monetária. Há quatro semanas, era de 3,80%.

Continua depois da publicidade


Há alta também para a previsão inflacionária de 2024. Conforme o o mercado financeiro, a inflação deve ficar em 3,20%, ante aos 3,16% projetados na semana passada. Há quatro semanas, a previsão era de que 2024 teria uma inflação de 3,20%. Para 2025, a projeção se mantém estável há 41 semanas, em 3%. 


PIB


O atual Boletim Focus aumentou a projeção do PIB (Produto Interno Bruto, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) de 0,56% (previsão há uma semana) para 0,65%. Há quatro semanas, era de um PIB de 0,50%.

Continua depois da publicidade


Para 2023, prevê-se crescimento de 1% no PIB. Há uma semana, o percentual estava em 1,12%; e há quatro semanas, em 1,30%. Já para 2024 e 2025, se manteve estável em 2%.


Taxa de juros


O mercado financeiro prevê elevação da taxa básica de juros, a Selic, para 2022. Há quatro semanas, a previsão era de 13%, e foi para 13,05% ao ano há uma semana. No boletim desta terça, a previsão é de que a taxa feche o ano em 13,25% ao ano.


Para 2023, a expectativa ficou estável em 9% ao ano. Segue a previsão de estabilidade da taxa em 2024 (7,50% ao ano) e em 2025 (7% ao ano). 


Dólar


A estimativa para a cotação do dólar registrou queda pela quinta semana consecutiva, com a previsão que feche 2022 a R$ 5, ante aos R$ 5,10 previstos há uma semana e aos R$5,25 previstos há quatro semanas.


O Focus aponta que o dólar fechará 2023 cotado a R$ 5. Há uma semana, a previsão era de que a moeda norte-americana fecharia o próximo ano com uma cotação de R$ 5,15. Há quatro semanas, a expectativa era de R$ 5,20. 


A expectativa de queda permanece para os anos de 2024 e 2025. A projeção atual para 2024 é que a moeda feche o ano em R$ 5,05. Há uma semana, o mercado trabalhava com a expectativa de que o dólar fechasse 2024 custando R$ 5,15; e há quatro semanas, a cotação projetada estava em R$ 5,20.


Para 2025, a expectativa, estável há quatro semanas em R$ 5,20, caiu para R$ 5,10, pelos dados do boletim mais recente.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade