Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
Consumidores

Anatel divulga resultados de pesquisa de satisfação e qualidade percebida

Redação Bonde
29 mar 2016 às 21:07
Continua depois da publicidade

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou os resultados da pesquisa que mede a satisfação e a qualidade percebida pelos consumidores dos serviços de telefonia fixa, banda larga fixa e telefonia móvel pré e pós-paga no Brasil. A pesquisa refere-se ao ano de 2015 e está disponível no portal da Anatel neste link.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

No Paraná, em relação à telefonia pré-paga, a Sercomtel obteve a melhor nota na pesquisa, totalizando 7,81. As operadoras Vivo, Oi e Claro tiveram empate técnico, com variação de 6,73 a 7. Em último lugar na colocação, ficou a Tim com 6,09 pontos.


Em relação à linha pós-paga, somente quatro operadoras foram analisadas. A Vivo ficou com 7,37 pontos. Seguida pela Claro, com 7,15. A Oi obteve 6,79 e, por fim, a Tim, com 5,86 pontos.


A pesquisa de satisfação geral em relação ao telefone fixo contou com cinco operadoras. A Sercomtel obteve 8,30 pontos. Seguida pela Vivo e Claro/NET, que tiveram empate técnico, variando entre 7,49 e 7,75. A GVT ficou com 7,30. E a Claro com 6,62.


Sobre a banda larga fixa, a Sercomtel ficou com 7,56 pontos. Seguida pela GVT e NET, que empataram tecnicamente, com a variação de 6,87 e 7,16. E, por fim, a Oi com 6,07 pontos.

Continua depois da publicidade


Brasil


Consumidores de todo o País atribuíram notas a indicadores como oferta e contratação, funcionamento, cobrança, recarga, canais de atendimento, atendimento telefônico, capacidade de resolução e reparo e instalação das principais operadoras brasileiras.


As sete empresas que prestam serviços de telefonia fixa no Brasil receberam uma nota média de 6,97, em uma escala que vai de zero a 10. A Sercomtel ficou em primeiro lugar, com a nota 8,3.


A pesquisa


Os dados foram coletados em mais de 150 mil entrevistas telefônicas realizadas com consumidores no segundo semestre de 2015. A realização da pesquisa decorre de obrigação prevista na Resolução nº 654/2015 da Anatel, que prevê que as prestadoras de cada serviço devem, conjuntamente, contratar uma empresa pesquisadora para realizar a coleta e a apuração dos dados. Em 2015, a empresa contratada foi a TNS Brasil S.A.


Para a superintendente de relações com os consumidores da Anatel, Elisa Leonel, a pesquisa tem duas funções importantes: "Em primeiro lugar, ao publicarmos os resultados, estamos dando ao consumidor informações essenciais para que ele possa escolher qual prestadora irá contratar. Ao mesmo tempo, a pesquisa dá à Anatel informações essenciais para que ela possa direcionar suas ações de fiscalização, de controle e mesmo os seus regulamentos para solucionar os problemas que mais geram insatisfação nos consumidores".

À Anatel coube a definição de metodologia, a elaboração dos questionários, o cálculo das amostras e o sorteio dos usuários a serem entrevistados.


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade