Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Imposto

Apenas alguns tipos de veículos não terão aumento no IPVA

Redação Bonde
27 nov 2007 às 19:55
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O secretário da Fazenda, Heron Arzua, esclareceu nesta terça-feira (27) que ônibus, caminhões, tratores, veículos de cargas, utilitários, a gás não terão reajuste do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). A alíquota ficará, conforme proposta encaminhada a Assembléia Legislativa, no atual 1%.

As isenções, segundo Arzua, atende os veículos que trafegam fora de estrada, os veículos de missões diplomáticas, táxis, ônibus escolares, veículos de portadores de necessidades especiais, veículos com mais de 20 anos de fabricação e motos 125 cilindradas com mais de 10 de fabricação.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Há uma proposta consensual da nossa bancada e do governo de isentar as motocicletas até 125 cilindradas. Essa moto é um instrumento de trabalho do motoboy, do pedreiro. A nossa intenção é zerar o IPVA de duas rodas até 125cc. Isso eliminaria 145 mil motocicletas da obrigação de pagar imposto", disse o governador Roberto Requião.

Leia mais:

Imagem de destaque
Crise

Um terço das famílias brasileiras sobreviveu com renda de até R$ 500 por mês em 2021, mostra FGV

Imagem de destaque
97,5 milhões de ocupados

Taxa de desemprego no Brasil cai para 9,8%, segundo IBGE

Imagem de destaque
Atenção à data

Termina nesta terça o prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda

Imagem de destaque
Resultado animador

Número de inadimplentes de Londrina cai 14% em abril, segundo dados do SPC


O imposto, conforme a proposta, não incide aos veículos da União, estados, municípios, das entidades filantrópicas, fundações, partidos políticos e sindicatos.


Com os reajustes propostos – de 2,5% para 3% para automóveis e de 1% para 1,5% para veículos de locadoras – a arrecadação estimada deve ficar em R$ 190 milhões.

Mesmo com o reajuste, o IPVA do Paraná será um dos mais baixos no país. Enquanto o Paraná cobra 1% de IPVA de ônibus, de caminhões e veículos a gás, São Paulo cobra 2%, 1,5% e 3% respectivamente. O imposto sobre os veículos de locadoras, no Paraná será de 1,5%, São Paulo cobrará 4%. E o dos de veículos de passeio, no Paraná será de 3%, e São Paulo, 4%. O Paraná tem ainda os maiores descontos: 10% em fevereiro e 5% em março. São Paulo e Minas Gerais descontam 3% em janeiro.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade